Sem categoria

Em protesto, mototaxistas bloqueiam avenida Brasil em frente à sede da prefeitura de Manaus, na Compensa

Os manifestantes dizem só vão sair quando algum representante do governo municipal de dispuser a atendê-los - foto: divulgação

Os manifestantes dizem só vão sair quando algum representante do governo municipal de dispuser a atendê-los – foto: divulgação

Um grande número de mototaxistas participa de protesto em frente à sede da prefeitura de Manaus, na avenida Brasil, Compensa, Zona Oeste, na manhã desta quinta-feira (22).

Os manifestantes saíram da avenida Belmiro Vianez (Alameda do Samba), no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, onde se concentravam desde as 8h30 e chegaram ao local do protesto por volta de 9h30. Eles dizem que só devem sair quando algum representante do governo municipal se dispuser a atendê-los.

O protesto bloqueou a passagem de veículos pela via, causando transtornos aos motoristas que precisam passar pelo local para chegar aos seus destinos.

Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) foram ao local para tentar dar agilidade ao fluxo de veículos. A polícia também foi acionada.

Segundos os organizadores, participam do protesto aproximadamente 300 mototaxista legalizados e outros 200 aprovados na última licitação, suspensa pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) após recomendação do promotor de justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Ronaldo Andrade.

O grupo exige das autoridades competentes fiscalização no exercício da profissão e também a publicação dos nomes dos licitantes aprovados, para que possam trabalhar e honrar o pagamento das dívidas adquiridas durante o processo licitatório.

Desvios
Dezoito agentes do Manaustrans atuaram na ação, fazendo alguns desvios para dar fluidez ao tráfego.  Um dos desvios foi feito pela avenida Compensa com avenida do Ipase. Outros trechos que sofreram intervenção foram na avenida Brasil com a rua Izaurina Braga e também na avenida Oscar Borel.

De acordo com o supervisor de trânsito, Cecílio Amaral, foi necessário dividir a avenida Brasil para fazer o contra fluxo, próximo ao mini shopping da Compensa e a avenida Padre Augustinho Martin Caballero.

Por equipe EM TEMPO Online

Com informações de Conceição Melquíades

Atualizada às 12h para inserção de novas informações

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir