Dia a dia

Em Parintins, pais de alunos cobram transporte escolar

 

 

Desde março passado que a prefeitura de Parintins promete solucionar o problema - foto: Iziel Pimentel

Desde março passado que a prefeitura de Parintins promete solucionar o problema – foto: Iziel Pimentel

Parintins (AM) – Depois de três meses sem solução, a “novela” do transporte escolar em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) pode acabar na manhã desta quarta-feira (18) segundo informou ontem o secretário de Educação do município, Samarone Moura, durante encontro com dezenas de pais de alunos que na segunda-feira (15) ocuparam a prefeitura de Parintins.

Portando cartazes e gritando palavras de ordem, os pais de alunos exigiram a presença do prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás, que enviou o secretário de Educação do município e o advogado da Semed, Marcos Pires, para falar com os manifestantes.

O senhor Jefferson Rosas denunciou que dos cem dias letivos as crianças da Zona Rural de Parintins só tiveram 22 dias de aula.

“Isso é um desrespeito, é inaceitável o que estão fazendo com os nossos filhos que estão prejudicados neste ano letivo já que faltam apenas quatro meses para acabar 2016”, disse.

Rosas disse que nem mesmo acordo firmado com o Ministério Público Estadual a prefeitura cumpriu. “Sempre a conversa é a mesma, toda semana o assunto vai ser resolvido, toda semana vai chegar o dinheiro para pagar o transporte escolar e nada é feito, só conversa fiada, enquanto isso nossos filhos estão perdendo aula”.

A senhora Olivia Soares Cardoso, também moradora da região da gleba de Vila Amazônia, criticou o prefeito Alexandre da Carbrás pela falta do transporte para as crianças.

“É a primeira vez que vimos isso em nossa Parintins, crianças sendo prejudicadas por não ter o transporte escolar”, afirmou.

O secretário Samarone Moura, depois de muito discutir com os manifestantes, se comprometeu em fornecer o diesel para os veículos que fazem o transporte escolar do Estado para que eles possam também transportas os alunos da rede municipal de ensino na zona rural até a prefeitura solucionar em definitivo o problema.

“Nós vamos aguardar então até hoje, quarta-feira, 18, essa medida anunciada pelo secretário caso não aconteça nós voltamos e vamos acampar dentro da prefeitura até o prefeito resolver o problema”, disse o senhor Edvam Rocha, um dos líderes da manifestação.

Desde março passado que a prefeitura de Parintins promete solucionar o problema do transporte escolar e até agora nada foi feito.

Por Tadeu de Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir