Sem categoria

Em Parintins, mulher é torturada e atingida com golpes de faca pelo ex-companheiro

A vítima foi levada para um hospital, em Parintins - foto: Tadeu de Souza

A vítima foi levada para um hospital, em Parintins – foto: Tadeu de Souza

Elaine Ferreira Azevedo, 21, foi agredida com  vários golpes de terçado pelo corpo e ferida com cinco facadas pelo ex-companheiro Wallace Batalha Lopes, 26, que está foragido. O crime ocorreu  no município de Parintins ( a 369 quilômetros da capital).

O caso aconteceu na residência do casal, localizada na rua Juruti, no bairro Nossa Senhora de Nazaré, durante uma discussão no final de semana motivada por ciúme.

“Ele trancou toda a nossa casa, aumentou o volume do rádio e passou a me bater com terçado. Eu gritei, desesperada, pedindo socorro, mas ninguém ouvia”, disse a vítima ao EM TEMPO.

Depois de muito espancar a companheira com o terçado, Wallace armou-se de uma faca peixeira e aplicou-lhe cinco facadas, uma delas atravessou o braço esquerdo da jovem.

“Eu pensei que eu ia morrer. Ele me jogou no chão e chutava o meu rosco com violência. Depois foi na cozinha e pegou uma faca e começou a me furar”, disse Elaine.

Wallace   fugiu do local em companhia de uma pessoa que o esperava numa motocicleta próximo ao local da tentativa de homicídio.

A vítima foi socorrida pela mãe do acusado que, alertada por um vizinho, chegou à residência da casa a tempo de evitar a morte da nora.

Elaine foi internada no Hospital Regional Jofre Cohen e somente na tarde de hoje (22) foi ouvida pelo delegado adjunto de Parintins, Reinaldo Figueira, que, com apoio da Policia Militar, está à procura do acusado.

“Ele vai responder por tentativa de homicídio, essa jovem foi barbaramente espancada por esse elemento que é um velho conhecido aqui da delegacia, acredito que nas próximas horas ele deverá ser localizado pelas guarnições da Polícia Militar que estão nas ruas juntamente com nossa equipe de investigadores”, afirmou.

Por Tadeu de Souza

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir