Esportes

Em noite de golaços, Espanha e França vencem clássicos

Na noite desta sexta-feira (13) os torcedores de França, Espanha e Bélgica não tiveram pesadelos.

Em amistosos de alto nível, a Bélgica bateu a Itália de virada, a Espanha furou o ferrolho inglês com dois golaços e a França passou com autoridade pela Alemanha, com direito a linda jogada de sua mais nova estrela, Anthony Martial.

A jogada de Martial, atacante contratado pelo Manchester United nesta temporada, lembrou os tempos áureos de Thiery Henry, estrela a quem é recorrentemente comparado.

O atacante recebeu lançamento na ponta esquerda, deixou o primeiro marcador no chão, entrou na área, entortou o segundo apenas com o corpo e rolou a bola para Olivier Giroud completar com tranquilidade para abrir o placar no Stade de France, em Paris.

Giroud foi substituído por Gignac, no segundo tempo, e assistiu seu substituto sacramentar a vitória com um gol de cabeça.

CATEGORIA

A Espanha venceu a sensação das eliminatórias da Euro-16. A Inglaterra, que teve 100% de aproveitamento nos 10 jogos de sua campanha, foi a Alicante e viu os Espanhóis pressionarem o jogo inteiro até marcarem dois golaços.

O primeiro veio com um voleio da entrada da área de Mario Gaspar, lateral esquerdo do Villareal, encobrindo Joe Hart, após belo passe de Fábregas.

O segundo foi de Santi Cazorla, que, da meia-lua, bateu de chapa no canto esquerdo de Hart, sem chance para o goleiro.

Apesar da vitória espanhola, Diego Costa decepcionou novamente. Contra a Inglaterra, em Alicante, na Espanha, o atacante naturalizado espanhol passou em branco e manteve a péssima marca de apenas um gol pela seleção. Este foi seu oitavo jogo com a camisa da Fúria.

Com o fim das eliminatórias para a Eurocopa-16, o jornal espanhol Marca, promoveu uma enquete para saber quais jogadores os torcedores espanhóis convocariam para o torneio. Diego Costa, em má fase também no Chelsea (ING), ficou de fora.

BOA FASE

A Bélgica manteve a boa fase e mostrou porque lidera o ranking de seleções da Fifa. Em Bruxelas, a equipe recebeu a Itália e venceu de virada por três a um, após ver o adversário abrir o marcador aos dois minutos.

Os belgas souberam manter a tranquilidade e empataram com rapidez, aos 12, com belo gol de peixinho do zagueiro Vertonghen.

Os outros dois gols vieram no segundo tempo, com a estrela De Bruyne, e de Michy Batshuayi, que substituiu o atacante Lukaku.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir