Dia a dia

Em mega operação, polícia prende assassinos de advogado

Adriano Félix comentou sobre todo o planejamento e execução do crime

A Polícia Civil apresentou, na tarde desta quinta-feira (18), os suspeitos de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) do advogado e empresário Mansur Frances Chehuan Neto, 32, ocorrido no dia 24 de abril deste ano, na avenida Tancredo Neves, bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul. Gedeon Marques Rodrigues, o “Monstro”, 28, Pedro Ramos de Carvalho Neto, 31, Adiel da Silva Tavares, o “Diel”, 33, Paulo Henrique Brandão Silva, o “Tiririca”, 31, a companheira dele, Tatyana Cristina Silveira dos Santos, 23, o irmão de “Tiririca”, Paulo Ricardo da Silva Brandão, 29, e Ericson Fernandes, 36, que é uma pessoa com deficiência física, foram presos na quarta-feira (17), em diferentes estados do país.

Conforme o titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), Adriano Felix, o grupo acompanhou o advogado por dois meses antes de cometer o crime.

“Eles receberam a informação pelo Rafael e pelo Ericsson, que é primo da esposa de Rafael, dando conta de que, todas as segundas-feiras, a vítima depositava uma quantia alta em dinheiro, entre 50 e 100 mil reais, e começaram a planejar o roubo. Até que dia 24, a vítima estava chegando no Banco do Brasil quando foi abordado e baleado”, disse.

Os suspeitos foram apresentados nesta quinta-feira – Divulgação/PC

O dinheiro não foi levado. A operação se deu em Fortaleza, no Ceará, em Rorainópolis, Roraim,a e em Manaus. Ericsson estava em Fortaleza. Tatiana e Paulo Henrique em Rorainópolis e o restante em Manaus. Todos foram pegos de surpresa, somente Paulo Ricardo tentou fugir com um carro, modelo Idea.

Todos os envolvidos responderão por latrocínio e associação criminosa e serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino e Feminino.

Luís Henrique Oliveira

EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top