Dia a dia

Em Maués, segurança de prefeito é preso com arma que seria utilizada em vingança

Josué dos Santos Marinho foi preso por estar armado com um revólver calibre 38 em Maués - foto: Divulgação/PM

Josué dos Santos Marinho foi preso por estar armado com um revólver calibre 38 em Maués – foto: Divulgação/PM

Josué dos Santos Marinho foi preso, neste domingo (25), por estar armado com um revólver calibre 38, municiado com duas balas, no município de Maués (a 276 quilômetros de Manaus). A prisão aconteceu durante uma operação da Polícia Militar (PM), comandada pelo tenente Thiago Dantas. O indivíduo foi identificado como segurança do prefeito da cidade, Carlos Góes.

Na delegacia, o homem justificou a posse da arma como objeto de trabalho, já que é segurança do prefeito. Entretanto, segundo fontes policiais, Josué teria confessado a intensão de usar a arma para vingar a morte de seu irmão, Nildo Santos Marinho, 40. Ele foi morto a tiros no início do mês em um bar da cidade. Nildo também era segurança do prefeito da ‘terra do guaraná’.

Moradores do município declararam que estão aflitos com o clima tenso na cidade por conta da disputa eleitoral. O radialista Franco Costa contou para o EM TEMPO que a população convive, há um tempo, com o clima de violência que se agravou com o processo eleitoral.

“Nós precisamos de mais segurança em Maués”, desabafou Franco Casta.

No próximo domingo (2) disputam o cargo de prefeito de Maués, além do atual gestor municipal Carlos Góes, o ex-prefeito Miguel Belexo, Júnior Leite e o ex-deputado Alfredo Almeida.

Por Tadeu de Souza

 

1 Comment

1 Comment

  1. Mai Boi

    26 de setembro de 2016 at 21:49

    intensão ??….seus repórteres são bons hein…..para mim o cara tinha intenção de matar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir