Dia a dia

Em manifestação, moradores de Iranduba reivindicam mais segurança

Em manifestação, moradores de Iranduba reivindicam aumento de assaltos e pedem mais segurança - foto: divulgação

Em manifestação, moradores de Iranduba pedem mais segurança – foto: divulgação

Moradores de Iranduba ( a 9 quilômetros da capital) fizeram uma manifestação, em carreata, para reivindicar o grande número de assaltos e pedir mais segurança para a população. O ato aconteceu no fim da tarde desta terça-feira (12), com aproximadamente vinte veículos. Um fórum para discutir medidas para o problema está marcado para a próxima sexta-feira (15), às 9h, no auditório da prefeitura municipal.

O professor Paulo Roberto, 34, que é morador do bairro Cidade Nova, de Iranduba, contou que nos últimos tempos, a cidade tem sofrido ao menos um assalto por  dia. “Assaltos e arrastões têm acontecido com bastante frequência. Os comerciantes aqui já andam assustados com qualquer pessoa que entre nas lojas, com receio de assalto. Não tem emprego aqui e o dinheiro está parado. Então, o único meio que os bandidos encontram é roubar. Já fizeram assalto até com faca de pão. Já roubaram mochila de aluno para trocar por drogas. Infelizmente, a gente está sujeito a tudo isso”, disse.

A prefeita de Iranduba, Madalena de Jesus, pediu união da população e dos órgãos de segurança. “Iranduba, hoje, está passando por um momento muito delicado e de risco. Estamos tendo roubos a cada dia. Assalto a mão armada, com sujeitos encapuzados que vêm até de três em uma moto. Tem carro que anda atacando os ramais. Eles atacam ainda nos Distritos, no Beiradão do Solimões, no Rio Negro. E quando prende, é menor de idade. Aí vem a lei que protege a família e o bandido acaba solto. O pai de família que é morto acaba sendo o verdadeiro preso, que vai para baixo da terra e deixa uma família órfão com necessidade do pão de cada dia. Com tudo isso, agora estamos juntos nesta manifestação”, declarou.

Segundo relatos de populares, o caso grave mais recente aconteceu no domingo (10), por volta das 20h, quando dois suspeitos em uma moto – um deles armado com um revólver calibre 38 – fizeram um arrastão por toda extensão da rua Rio Negro, fazendo de vítima qualquer pessoa que estivesse na rua, levando bolsas, celulares, dinheiro e joias. “Nós não temos policiamento. A situação está crítica. Lá na delegacia, quando fomos acionar as autoridades por conta de um assalto, tinha apenas um policial. E é sempre assim, ficam apenas dois policiais o dia inteiro”, disse uma comerciante que não quis se identificar.

A prefeita aproveitou a oportunidade para convidar a participar do fórum, o governador José Melo, o secretário de segurança do Estado, Sérgio Fontes, além dos deputados e vereadores manauaras, de todas as classes e categorias. “Esse fórum vai tratar das metas que nós temos que conduzir e temos que buscar, porque a segurança é responsabilidade do Governo do Estado e nós precisamos estar juntos com o governador, que precisa olhar com mais carinho para o município. Sei que têm muitos outros para cuidar, mas  Iranduba,  conta com o advento da ponte e está passando por um momento muito delicado”, finalizou Madalena.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir