Dia a dia

Em Manaus, mototaxista e vendedor são presos por bater em mulheres

Ambos os casos foram registrados na Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) – foto: Arthur Castro

Ambos os casos foram registrados na Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) – foto: Arthur Castro

O mototaxista José Lindomar Coelho, 36, e o vendedor Deivid dos Santos Ferreira, 22, foram presos nesta sexta (22) por envolvimento em crimes contra a mulher. A ação policial se deu mediante cumprimento de mandados de prisões preventivas, expedidas pela juíza Luciana da Eira Nasser, da Vara Especializada em Crimes contra a Mulher.

José Lindomar foi preso por volta de 8h30, na sede da própria delegacia, que fica localizada no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus, no momento em que compareceu na unidade policial para prestar esclarecimentos sobre o descumprimento de medida protetiva.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), delegada Andrea Pereira, no dia 10 de novembro de 2014, a cunhada do mototaxista, de 37 anos, foi até a delegacia e realizou um Boletim de Ocorrência de lesão corporal contra ele. Na ocasião José Lindomar teria discutido com a vítima e a agredido fisicamente.

Diante do fato, foi solicitada à justiça uma medida protetiva, a fim de preservar a integridade da vítima. Segundo a autoridade policial, no dia 22 de abril deste ano, o mototaxista foi até a casa da cunhada, descumprindo a medida, e a ameaçou de morte, motivo pelo qual foi representado o mandado de prisão.

“Nossa equipe foi até a casa dele [Lindomar] nessa quinta-feira (21), porém, ele não estava lá. Deixamos uma notificação e hoje [sexta], quando José chegou à delegacia, nós cumprimos o mandado dele que foi expedido ontem mesmo”, informou a delegada.

Outro caso

O vendedor Deivid dos Santos Ferreira, 22, foi preso por volta das 16h30 na loja em que trabalhava, situada na Rua dos Andradas, Centro de Manaus. De acordo com a delegada Andrea Pereira, ele já teria agredido e ameaçado a ex-companheira, de 19 anos, mais de duas vezes, tanto na residência dela, quanto em via pública. Eles estão separados há sete meses.

A primeira situação ocorreu em fevereiro deste ano. Deivid teria ameaçado e agredido a vítima em via pública, no bairro Campos Sales, Zona Oeste da cidade. Na época a jovem foi à delegacia e registrou um boletim de ocorrência contra ele. Posteriormente, no dia 27 de abril, ele teria ido até a residência dela e tentado invadir, sendo impedido pelo padrasto da moça. Na ocasião, ele ameaçou retornar para se vingar.

Uma semana depois, no dia 4 de maio, o vendedor seguiu a vítima e entrou no mesmo ônibus que ela. Dentro do coletivo, Deivid tentou pegar o celular da moça e, em seguida, deferiu socos no rosto da vítima. No último dia 11, o homem voltou a segui-la e agredi-la em via pública.

“A vítima já estava utilizando o botão do pânico – um aparelho que, quando acionado, envia uma mensagem para a polícia com a localização da pessoa. Neste dia, a vítima chegou a acionar o botão, porém, ele foi mais rápido e a agrediu fisicamente”, disse a delegada.

Após passarem pelos procedimentos legais, Deivid e José foram encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir