Sem categoria

Em Manaus, menina de 12 anos é suspeita de matar o próprio filho, após dar à luz

Um possível caso de infanticídio está sendo investigado pela polícia de Manaus e a suspeita é a própria mãe, uma adolescente de apenas 12 anos. A criança pode ter sido morta logo após o parto, dentro da própria casa da jovem, na rua 2, conjunto Cidadão 7, bairro Nova Cidade, Zona Norte, na tarde do último sábado (16).

O caso foi denunciado pelos pais da menina, na tarde da última terça-feira (19) na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). A menina, segundo a polícia, deu à luz sozinha e contou com a ajuda de sua irmã de apenas 5 anos para cortar o cordão umbilical do recém-nascido. O pai do bebê é um menino de 14 anos, vizinho da mãe.

Em depoimento, a menina afirmou que não sabia que estava grávida. Na tarde de sábado, ela sentiu fortes dores na barriga e ao deitar, deu à luz. A garota chamou a irmã, a quem pediu uma tesoura, enrolou o recém-nascido em um lençol e jogou-odentro de um cesto de roupa suja.

À polícia, ela garantiu que o bebê não chorou ao nascer. Minutos depois, os pais da menina entraram no quarto e notaram muito sangue no chão. Eles a levaram à maternidade Dona Lindu, na Zona Centro-Sul. Eles também afirmaram não saber que a jovem estava grávida e que só tomaram conhecimento no sábado.

“Quando ela e os familiares voltaram para casa, encontraram a criança morta. Estamos trabalhando com três hipóteses: que o bebê tenha nascido morto, que a menina cometeu infanticídio, que é a morte da criança momentos depois do parto, ou homicídio que é quando a menina não está mais em estado puerperal”, informou a delegada titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), Rita Tenório.

Segundo ela, uma necropsia foi feita no bebê para identificar as causas da morte, além de alguns exames na menina.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir