Sem categoria

Em Manaus, mais de 2 mil empresas devem R$ 10 milhões em impostos

Um minucioso trabalho de fiscalização da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) identificou que, pelo menos 2,3 mil empresas prestadoras de serviços da cidade devem aproximadamente R$ 10 milhões aos cofres da Prefeitura de Manaus. O montante deve-se ao não recolhimento do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) de 2011 a 2015.

O subsecretário de Receita da Semef, Francisco Moreira, explicou que as empresas identificadas não realizavam o devido encerramento das escriturações mensais das Notas Fiscais de Serviços Eletrônicas (NFSe), emitidas por meio do sistema ‘Giss Online’. Desse modo, o imposto de serviço não é lançado, nem recolhido para o fisco municipal.

“Estamos enviando notificações, via Correios, a todas as empresas que se encontram nessa situação, convocando um representante legal para comparecimento e para pagar, à vista ou parcelado, o imposto devido. Estamos dando esta oportunidade antes que as referidas empresas sofram autuação dos nossos fiscais”, explicou.

O parcelamento, dependendo do valor devido, poderá ser flexibilizado em até 60 meses. O não comparecimento ensejará imediata ação do fisco municipal com cobrança do ISS corrigido, acrescido de multa por infração de 50% sobre o imposto devido. “Este é mais um trabalho de monitoramento e aprimoramento da nossa inteligência fiscal municipal. Nesse sentido, evitamos a sonegação e incrementamos nossas receitas e a capacidade de investimento do município”, concluiu Moreira.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir