Dia a dia

Em Manaus, lutador que agrediu namorada é preso; suspeito alegou ter batido por ciúmes

O caso de agressão ganhou repercussão quando uma amiga de Juliana compartilhou fotos em que a moça aparece com marcas de agressão no rosto e relatos do crime - foto: reprodução/Facebook

O caso de agressão ganhou repercussão quando uma amiga de Juliana compartilhou fotos em que a moça aparece com marcas de agressão no rosto e relatos do crime – foto: reprodução/Facebook

O lutador de luta livre Bruno Holanda, 34, foi preso nesta terça-feira (21), suspeito de ter agredido a namorada Juliana Holanda, 25, na madrugada do último sábado (18). O homem foi detido após prestar esclarecimentos na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM).  Ele alegou que teria batido na namorada por ciúmes.

Bruno chegou à delegacia, por volta das 15h30, acompanhado de cinco advogados. O caso de agressão ganhou repercussão quando uma amiga de Juliana compartilhou fotos em que a moça aparece com marcas de agressão no rosto e relatos do crime, em uma rede social. Segundo a publicação da amiga, eles namoravam há pouco mais de dois meses.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), Andrea Nascimento, o suspeito relatou, em depoimento, que teria visto uma mensagem no celular dela enquanto a garota dormia, e por isso a teria agredido.

A delegada disse ainda que Bruno contou que agrediu a namorada em uma tentativa de se “defender”. O lutador negou ter tentado sufocar a vítima e teria apenas tapado a boca da moça para os vizinhos não ouvirem a briga. O homem ainda ameaçou Juliana de morte, caso ela relatasse a agressão à polícia.

A vítima denunciou o homem no domingo (19). O lutador não foi localizado pela polícia e teve um mandado de prisão preventiva expedido na segunda-feira (20).

O homem foi indiciado por lesão corporal, ameaça e injúria e após os procedimentos cabíveis foi encaminhado a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

Por equipe EM TEMPO Online

1 Comment

1 Comment

  1. Mai noi

    21 de junho de 2016 at 23:57

    a culpada é a mulher neste caso……..namorar com um bicho destes que tem que se tatuar pra tentar provar que é macho num dá….a mulher não tem nocão nenhuma achando que uma tatuagem dessas mostra que ele é macho……..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir