Dia a dia

Em Manaus, esquenta da Parada Gay debate prevenção a AIDS

O esquenta foi uma prévia da Parada Gay, que acontecerá em outubro e segundo os coordenadores irá abordar o combate ao vírus da AIDS - foto: Marcio Melo

O esquenta foi uma prévia da Parada Gay, que acontecerá em outubro e segundo os coordenadores irá abordar o combate ao vírus da AIDS – foto: Marcio Melo

O tradicional ‘esquenta’ da ’16ª Parada do Orgulho LGBT’, aconteceu na tarde de ontem (28). O evento ocorreu na rua José Clemente, no centro da cidade e reuniu centenas de pessoas ao som uma trilha sonora eclética, indo do forró ao rave. Segundo a presidente da Parada LGBT Manaus, Bruna La Close, durante os “esquentas” serão arrecadados alimentos não perecíveis, que serão doados ao Centro de Convivência Dom Jackson Damasceno, que presta assistência a pessoas com HIV/AIDS.

O ônibus do projeto “Viva Melhor Sabendo”, realizou cerca de 200 testes rápido de HIV em participantes da festa que desejassem saber se são portadores do vírus HIV. O estudante universitário Pedro Régis de Oliveira, 23, gostou da iniciativa. “Podemos nos divertir e a ainda por cima cuidar mais da saúde”, afirma.

A técnica da coordenação estadual de combate às Doenças Sexualmente Transmissíveis, Josana Figueiredo, afirmou que o público LGBT tem mais aceitação para este tipo de teste do que outras orientações. “O estilo de abordagem que utilizamos, de jovem para jovem, acaba sendo mais eficiente. Qualquer pessoa participar”, elogiou.

Equipes orientavam os participantes sobre a importância da prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis e distribuindo os preservativos e gel lubrificante. O ônibus do projeto “Viva Melhor Sabendo” estará no “esquenta” da parada realizando testes rápidos de HIV por meio do fluído oral. A expectativa da organização é que cerca de 2 mil pessoas participem do evento.

A coordenadora diz que as ações educativas também serão realizadas na Parada LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros), no dia 5 de novembro. Nesse evento, a coordenação irá distribuir 100 mil preservativos.

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam), por meio da Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, distribuiu durante o evento cerda de 15 mil preservativos masculinos, dois mil femininos, gel lubrificante e folders educativos.

Por Fred Santana

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir