Sem categoria

Em Manaus, bueiros sem tampa levam perigo para pedestres

No domingo passado, um agricultor morreu ao ser arrastado para dentro de uma das estruturas durante enxurrada – foto: Ione Moreno

No domingo passado, um agricultor morreu ao ser arrastado para dentro de uma das estruturas durante enxurrada – foto: Ione Moreno

Pelo menos seis mil bueiros da capital ainda estão sem tampa, conforme informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). O problema que vem colocando em risco a segurança dos pedestres no período chuvoso provocou a morte de um agricultor no último domingo (21) em Manaus.

Devido a uma enxurrada ocasionada pelo forte temporal que afetou Manaus no final de semana passado, o agricultor Jocimar Silva Pantoja, 40, morreu após ser empurrado pela correnteza para dentro de uma dessas tubulações abertas. O acidente aconteceu no bairro Val Paraiso, na Zona Leste. Moradores da região reclamam do abandono e da falta de manutenção nos bueiros por parte da prefeitura.

A reportagem percorreu algumas avenidas da capital e verificou que esse perigo assusta também os moradores dos bairros São Jorge, na Zona Oeste; Redenção, Zona Centro-Oeste; e Cidade Nova, Zona Norte, além dos riscos para os pedestres que circulam na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul.

O vendedor Osmar Freire acrescentou que essa situação não apresenta risco à população somente nos dias de chuvas, mas em todos os dias do ano. Segundo Freire, um descuido pode ser fatal para quem circula diariamente nas vias que abrigam os bueiros sem tampa.

“Lógico que com a chuva esses buracos ficam escondidos pela água e o risco de acidente é maior, mas durante os dias de sol eles também viram uma armadilha para os pedestres que estão conversando no celular ou que estão prestando atenção em outras coisas. A prefeitura deveria dar mais atenção para esse problema que pode tirar a vida de uma pessoa em questão de segundos”, disse.

Procurada pela reportagem, a Seminf informou que nos cinco primeiros meses deste ano executou a reposição de 2 mil novas tampas de bueiros. Ainda há 6 mil bueiros mapeados que estão sendo devidamente fechados com tampas de ferros e outros com tampas em concreto armado.

O órgão destacou que na próxima semana um mutirão de serviços básicos vai atuar durante 30 dias no bairro Jorge Teixeira, realizando recapeamento, drenagens, tapa-buracos e reposições de tampa de bueiro.

Por Gerson Freitas (Equipe do AGORA)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir