Dia a dia

Em Humaitá, jovem é preso após ser denunciado por estupro seguido de morte em Apuí

Ao término dos procedimentos na unidade policial, Joazio será encaminhado ao município de Apuí, onde permanecerá preso, à disposição da Justiça - foto: divulgação/Polícia Civil

Ao término dos procedimentos na unidade policial, Joazio será encaminhado ao município de Apuí, onde permanecerá preso, à disposição da Justiça – foto: divulgação/Polícia Civil

Joazio dos Santos Pereira, 18, foi preso na madrugada desta terça-feira (8), por volta das 3h30, no município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz da Vara Única do município de Apuí (a 453 quilômetros da capital).

O jovem está sendo investigado pelo estupro seguido de morte de uma mulher de 40 anos, ocorrido na noite do último domingo (6), naquela localidade.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Humaitá, delegado Marcus Rezende, na noite desta segunda (7), o delegado Francisco Rocha, titular da 71ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Apuí, o teria comunicado sobre o crime e informou que, apesar de ainda não existir uma linha de investigação, Joazio e os parentes dele estavam indo embora para Porto Velho (RO), sem qualquer motivo aparente.

“Fui até a balsa aguardar o ônibus que vinha de Apuí e o acompanhei até a rodoviária. Lá abordamos a família, que foi conduzida à DEP. Em depoimento, a mãe de Joazio confessou que o filho tinha cometido o crime e, por conta disso, eles haviam decidido deixar a cidade. O rapaz também confirmou o estupro”, relatou o delegado Marcus Rezende.

A autoridade policial informou ainda que, na noite do crime, o suspeito e a vítima teriam se conhecido em uma festa de rodeio que acontecia em Apuí, na noite do dia 6.

Após o evento, eles foram para a casa da vítima. Depois do estupro, o rapaz ainda a esfaqueou e depois ateou fogo na casa dela.

Ao término dos procedimentos na unidade policial, o infrator será encaminhado ao município de Apuí, onde permanecerá preso, à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir