Sem categoria

Em homenagem a São José, ‘Carreata do Trabalhador reúne mais de 300 veículos

Ao todo foram cinco paradas de reflexão, durante o trajeto, onde os fieis acompanharam leituras bíblicas - foto: Michelle Freitas

Ao todo foram cinco paradas de reflexão, durante o trajeto, onde os fieis acompanharam leituras bíblicas – foto: Michelle Freitas

Em homenagem a São José Operário, a Carreata do Trabalhador reuniu mais de 300 veículos na manhã de desta sexta-feira (1º). O cortejo iniciou às 9h, saindo da igreja que leva o nome do santo na Zona Leste e seguiu varias ruas da cidade, terminado na igreja de São José, no bairro Praça 14, Zona Sul, de Manaus.  

Ao todo foram cinco paradas de reflexão, durante o trajeto, onde os fieis acompanharam leituras bíblicas e entoaram hinos de louvor ao santo padroeiro do trabalhador. De acordo com o padre Alberto Ripel, a chuva não afastou os fieis que compareceu a carreta com toda a família.

“A chuva não impediu as famílias de virem comemorar essa festa do trabalhador, que tem como padroeiro São José Operário. Hoje é dia de refletir e agradecer a Deus pelo trabalho, pela família, por tudo o que temos. Orar para que todos tenham um trabalho honesto e digno”, disse o religioso.

Devoto de São José operário e membro da igreja, Geraldo Cunha chegou cedo com a família para esperar a carreata. Ele conta que todo o ano participa do cortejo, e esse ano, ajudou com a venda das rifas, que terá sua renda revestida para a reforma da igreja no bairro de São José.

“Todos os anos trago minha família para participar da carreata, também procuro ajudar aqui na comunidade já que a igreja está em reforma e precisamos levantar dinheiro para conclui – lá”, destacou.

Quem também participou do cortejo, foi à professora Ana Maria Pereira, 45, que levou o marido e as duas filhas. Ela conta que todo o ano traz a família, para agradecer as bênçãos em sua vida, principalmente relacionadas ao trabalho.

“Temos muito que agradecer, meu marido ficou desempregado ano passado, fizemos uma promessa para o São José Operário e ele nos atendeu. Eu já era devota, agora sou muito mais agradecida”, comentou.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir