Esportes

Em CPI, Aidar diz que briga com vice foi ‘discussão acalorada’

Convidado para depor à CPI do Futebol e ajudar na investigação que vem sendo feita no Senado, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar não cancelou o compromisso e foi a Brasília, mesmo diante do caos em que se encontra a sua gestão.

Entre uma e outra pergunta sobre as relações dos clubes com a CBF e a Federação Paulista de Futebol, o mandatário foi questionado sobre a briga que teve na segunda-feira (5) de manhã, com o seu então vice-presidente de Futebol, Ataíde Gil Guerreiro.

“Me perguntaram sobre o que houve e eu queria dizer que não houve absolutamente nada de grave. Houve uma discussão acalorada, sobre gestão, discordância conceitual. Nada além disso. A discussão resultou na saída do vice-presidente”, explicou Aidar, na comissão.

“No sistema do São Paulo, só o presidente é eleito e é ele quem escolhe seus vice-presidentes. É uma coisa que eu penso em mudar, pois gostaria de separar o futebol do social. Quero fazer gestões distintas. O futebol consome todo o dinheiro e prejudica o clube social”, completou o mandatário.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir