Esportes

Em clássico polêmico, Flamengo vence Fluminense e volta a colar no Palmeiras

O clássico em Volta Redonda ficou marcado por uma grande confusão no fim do jogo - foto Gilvan de Souza/Flamengo

O clássico em Volta Redonda ficou marcado por uma grande confusão no fim do jogo – foto Gilvan de Souza/Flamengo

Em grande clássico com direito a gols polêmicos, muita reclamação dos jogadores e ritmo intenso, o Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 nesta quinta-feira (13), em Volta Redonda, pela 30ª rodada do Brasileirão. Com a vitória, o rubro-negro fica a um ponto do líder Palmeiras -que empatou com o Cruzeiro também nesta quinta.

Agora, o Flamengo soma 60 pontos, contra 61 do Palmeiras a oito jogos do fim do campeonato. Os gols da vitória do rubro-negro foram marcados por Leandro Damião e Fernandinho; Marcos Júnior descontou para os tricolores.

O clássico em Volta Redonda ficou marcado por uma grande confusão no fim do jogo, quando o Fluminense chegou ao empate no finzinho, mas teve gol anulado por impedimento. A bandeirinha marcou a irregularidade, mas o árbitro Sandro Meira Ricci confirmou o tento, à priori.

Após muita confusão, oito minutos de paralisação e diversas pessoas no gramado, Meira Ricci confirmou a marcação do assistente e anulou o que seria o gol de empate do Fluminense.

Jogo

Os torcedores em Volta Redonda viram um ótimo Fla-Flu no primeiro tempo. O rubro-negro começou melhor, mais organizado e dominando a posse de bola. Com mais volume de jogo, o Flamengo abriu o placar após cruzamento venenoso de Diego. Willian Matheus e Damião dividiram no alto, e a bola esbarrou no braço de Henrique antes de entrar. Os jogadores do Fluminense reclamaram muito no lance, pedindo falta de Réver no goleiro Júlio César.

O Flu melhorou após sair atrás no placar, à medida que o Flamengo assumiu a estratégia do contra-ataque. O Fluminense começou a tocar melhor a bola, com mais paciência para construir as jogadas. Assim, acuou o rival no fim do primeiro, assumiu o controle da partida e só não chegou à igualdade pelo excesso de erros, tanto de passes como de finalizações, no terço final do campo.

A superioridade do Fluminense no fim da etapa final se converteu em gol no primeiro minuto do segundo tempo. Após cruzamento, Cícero ajeitou de cabeça e Marcos Júnior só empurrar para empatar. Quando parecia que acusava o golpe, porém, o Flamengo contou com um vacilo da zaga tricolor para voltar a ficar à frente. Aos 12 minutos, Wellington Silva falhou feio e a bola sobrou livre na pequena área para Fernandinho, que só descolou Júlio César com categoria.

Bernardo Gentile e Vinicius Castro

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir