Esportes

Em casa, Flamengo perde para o Inter e se distancia do G4

O Flamengo seguiu pressionando em busca do gol, mas a forte marcação imposta pela equipe de Argel Fucks dificultou as ações rubro-negras- foto: divulgação

O Flamengo seguiu pressionando em busca do gol, mas a forte marcação imposta pela equipe de Argel Fucks dificultou as ações rubro-negras- foto: divulgação

Flamengo e Internacional se enfrentaram neste domingo (18), no Maracanã, de olho em uma vaga no grupo dos classificados para a próxima edição da Libertadores. Com ambas as equipes com 44 pontos, uma derrota poderia atrapalhar os planos de se aproximar do G4. E quem se deu melhor nesta disputa foi o Internacional, que venceu por 1 a 0 e manteve-se próximo ao pelotão de cima, apenas dois pontos atrás do Santos, última equipe a ter vaga para a Libertadores.

O duelo começou movimentado, com ambas as equipes buscando o ataque. O Flamengo teve a primeira oportunidade de perigo com Emerson Sheik logo no início da partida, mas foi o Internacional que abriu o placar com Ernando. Guerrero ainda desperdiçou duas oportunidades antes do fim da primeira etapa, que terminou com vantagem simples para a equipe gaúcha.

Oswaldo de Oliveira, ciente da importância de um resultado positivo, colocou o meia-atacante Paulinho no lugar de Éverton, que vinha tendo atuação apagada. O Flamengo começou com bom volume de jogo, tanto que teve a primeira oportunidade logo aos sete minutos, em finalização de Guerrero que passou à esquerda da meta de Alisson. A equipe rubro-negra seguiu pressionando em busca do gol, mas o Internacional, bem posicionado, conseguiu neutralizar as principais jogadas ofensivas e garantir o resultado positivo no Rio de Janeiro.

Na próxima rodada, o Internacional receberá o Joinville, no sábado, às 18h30 (de Brasília), no Beira-Rio. Já o Flamengo enfrenta o Corinthians, no domingo, às 17h (de Brasília), na Arena Corinthians.

O Jogo

O Flamengo começou tomando a iniciativa, empurrado pela grande torcida que compareceu ao Maracanã para o confronto deste domingo. Com apenas um minuto de jogo, Emerson Sheik quase abriu o placar, mas a finalização saiu à direita da meta defendida por Alisson.

Apesar de ter a posse de bola, o Flamengo não conseguia superar a forte marcação do time gaúcho, que explorava as falhas rubro-negras para sair em velocidade no contra-ataque, especialmente com William pela direita. Em um destes lances, o lateral explorou espaço nas costas de Jorge e cruzou na medida para Ernando abrir o placar aos 18 minutos.

O Flamengo pressionou em busca do gol de empate e quase chegou lá com Guerrero, que soltou uma bomba na trave direita de Alisson. O centroavante peruano ainda desperdiçou outra oportunidade, esta de cabeça, antes do final da primeira etapa.
Já na segunda etapa, o técnico Oswaldo de Oliveira optou por colocar o meia-atacante Paulinho no lugar de Éverton, que vinha tendo atuação apagada na primeira etapa.

Guerrero, que marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra contra o Internacional, no primeiro turno, tentou mais uma vez ao sete minutos com chute forte de fora da área, mas a bola passou à esquerda de Alisson. Aos 11, Alan Patrick perdeu grande oportunidade, dentro da grande área, de empatar a partida após passe de Guerrero. Paulinho, aos 15, recebeu bom passe dentro da área colorada, mas finalizou forte por cima do gol.

O Flamengo seguiu pressionando em busca do gol, mas a forte marcação imposta pela equipe de Argel Fucks dificultou as ações rubro-negras. Oswaldo de Oliveira bem que tentou fortalecer o ataque ao colocar Kayke e Gabriel, mas a falta de pontaria acabou prejudicando os jogadores rubro-negros.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir