País

Em Campinas, garçons resgatam Sandy de alagamento

Mae e Filha

As mulheres, no caso, eram a cantora Sandy, 33, e a mãe Noely Lima, 55. Elas só foram reconhecidas quando os funcionários já estavam próximos do veículo – foto – reprodução

Justino, Felipe, Fred e Heder são funcionários do restaurante Seo Rosa, localizado em um área nobre de Campinas, no interior de São Paulo, cercada de condomínios de luxo e mansões.

Nesta quarta-feira (23), porém, eles abandonaram o avental e a bandeja para resgatar duas mulheres presas no carro durante um alagamento repentino na região.

O gerente Heder Silva, 34, contou que foi uma surpresa vê-las naquela situação, apesar de já conhecê-las por frequentarem o restaurante. As famílias moram em condomínio próximo.

“Elas não estavam conseguindo abrir a janela e tiveram que sair pelo teto solar”, contou Heder. Em seguida, ele e Felipe Marin carregaram Sandy e Noely por cerca de 10 metros, até um local seco.

“A Noely estava muito nervosa”, afirmou o gerente. Ela ligou para o marido, o cantor Xororó, que foi até o local. Após alguns minutos, todos voltaram para a casa.

Em nota, Sandy agradeceu o carinho e preocupação, e contou que ela e a mãe passaram por um grande susto com a forte chuva que atingiu Campinas no final da tarde.

“Estávamos a caminho do aeroporto [que fica do outro lado da cidade] e um ponto de alagamento parou nosso carro. Fomos socorridas por pessoas que estavam próximas ao local e, graças a Deus, estamos bem”, diz a nota.

Segundo a Defesa Civil, foram 31 milímetros em uma hora. Os ventos ultrapassaram 89 km/h e quatro vias da cidade ficaram alagadas, entre elas, a avenida Alameda dos Flamboyants, local em que o carro de Sandy ficou preso.

Segundo pessoas que trabalham na região, não são comuns alagamentos na avenida. Um guardador de carros que trabalha há mais de dez anos no local diz que, até hoje, só havia presenciado dois alagamentos.

De acordo com ele, os ventos fortes arrastaram para os bueiros muitas folhas e galhos de árvores, o que impediu o escoamento da água. O nível chegou a um metro de altura.

“Ela [Sandy] tentou ultrapassar o alagamento com o carro, mas ele parou. As portas travaram e o interior do veículo começou a encher de água. Foi um grande susto”, disse.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir