Cultura

Em agosto, quatro municípios do Amazonas recebem atrações do ‘Sonora Brasil’

As Quebradeiras de Coco Babaçu (MA) estão entre as atrações – foto: divulgação

As Quebradeiras de Coco Babaçu (MA) estão entre as atrações – foto: divulgação

Manaus e os municípios de Manacapuru, Parintins e Presidente Figueiredo vão receber, em agosto, mais uma etapa do Projeto Sonora Brasil, do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Desta vez, a mostra apresentará cantos de trabalho, como expressão musical relacionada às atividades laborais, fato social presente na cultura brasileira, tanto no ambiente rural quanto no urbano, com registros que confirmam a sua existência já no século 18.

Em sua 18ª edição, o projeto apresenta quatro grupos tradicionais e de áreas rurais. Todas as apresentações em Manaus acontecerão no Auditório da Esat/UEA (rua Leonardo Malcher, Centro, 2º andar), sempre às 19h30.

No dia 10 de agosto, a atração é o Grupo Ilumiara (MG), formado por músicos pesquisadores de diversas vertentes do tema. As Cantadeiras do Sisal (BA) se apresentam no dia 11. Dia 13 será a vez das Quebradeiras de Coco Babaçu (MA) e, no dia 14, das Destaladeiras de Fumo de Arapiraca (AL).

O município de Parintins receberá, no dia 11, as Quebradeiras de Coco Babaçu, às 19h30, no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro (avenida Nações Unidas, sem número, Centro). As atrações em Manacapuru são o Ilumiara (dia 11) e as Cantadeiras do Sisal (dia 12), sempre às 19h30, na Restauração (rua Eduardo Ribeiro, sem número, Centro).

E, em Presidente Figueiredo, o Sonora Brasil chegará no dia 13, com as Destaladeiras de Fumo de Arapiraca, às 20h, no Instituto de Educação e Tecnologia (avenida Joaquim Cardoso, número 2, bairro José Dutra).

O Sonora Brasil é um projeto nacional, cujo propósito é despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão da música no país, incentivando novas práticas e novos hábitos de apreciação musical, promovendo apresentações de caráter essencialmente acústicos, que valorizam a autenticidade sonora das obras e de seus intérpretes.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir