Cultura

Elenco de ‘Game of Thrones’ visita campo de refugiados sírios na Grécia

Separados por quilômetros e uma guerra iminente em “Game of Thrones”, Cersei Lannister, Davos Seaworth e Arya Stark não se cruzaram na sexta temporada da série, que terminou há uma semana, em 26 de junho.

Seus intérpretes, porém, estiveram juntos na Grécia até sexta (1º) por uma causa humanitária: visitaram os campos que abrigam refugiados sírios no país.

Lena Headey (Cersei), Liam Cunningham (Davos) e Maisie Williams (Arya) documentaram a viagem com o propósito de chamar a atenção de líderes europeus para a causa após o acordo entre União Europeia e Turquia em vigor desde março. A determinação fecha as fronteiras do continente aos imigrantes irregulares, que devem agora ser devolvidos à Turquia.

Segundo os atores, a medida submeteu os refugiados a um tratamento desumano.

“Não é um desastre natural, mas uma crise fabricada por homens. Há 57 mil refugiados na Grécia. Campos para refugiados na Europa? É esse mesmo o padrão que os líderes europeus querem definir como sua maneira de responder à crise global de refugiados?”, afirmou Cunningham.

Williams diz que se sente responsável por “levar as histórias dessas pessoas adiante e mudar a maneira como o mundo as vê”.

“São pessoas inteligentes, trabalhadoras, que querem ir para casa. Querem voltar para suas comunidades, querem dar educação a seus filhos. Estão presas, e inacreditavelmente tristes. Podemos fazer mais por elas. Devemos fazer mais”, afirmou Headey.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir