Dia a dia

Eleitores esperam até uma hora por coletivos e reclamam de lotação nos ônibus

O sindicato das empresas de ônibus de Manaus prometeram que a frita circularia completa no dia de hoje

O sindicato das empresas de ônibus de Manaus prometeram que a frita circularia completa no dia de hoje

A espera pelo transporte coletivo deixou eleitores impacientes na manhã deste domingo de eleição (2).  De acordo com populares que aguardavam ônibus, o tempo de espera por um coletivo chegava a ultrapassar uma hora.

Com crianças de colo, a dona de casa Cristiane Santarém Pereira, disse que faltou organização dos órgãos públicos nessas eleições municipais. Segundo ela, a quantidade de ônibus disponíveis neste domingo não era suficiente para atender a grande demanda de eleitores.

“Estou há mais de uma hora na parada esperando um ônibus para voltar para casa. Quando passa um, tá lotado e o motorista não para. É uma desorganização total. O sistema não está suportando a quantidade de pessoas que estão utilizando o serviço de transporte público. Quem precisa levar os filhos para o local de votação, sofre. Porque a criança fica irritada com a espera e com o calor”, relatou.

O sindicato das empresas de ônibus de Manaus prometeram que a frita circularia completa no dia de hoje, com 1.400 coletivos.

A sujeira criada pelos candidatos que jogam seus santinhos nas vias de Manaus é outra situação quem vem deixando a população irritada.

Para os eleitores falta bom senso e sobra irresponsabilidade para quem comente esse tipo de crime.

“Toda eleição é isso e não vemos fiscalizações para combater esse crime. Fica uma sujeira só nas ruas e na frente das casas. O pior é que a prefeitura não passa no outro dia para limpar e esses santinhos fica dias e dias nas vias. Quando chove fica pior, porque eles colam. Hoje à noite, eu mesmo vou ter que limpar a frente da minha casa que tem comércio na parte debaixo para poder abrir amanhã”, disse a comerciante Priscila Santos.

Apesar do quantitativo total de coletivos 1.356 ônibus estar operando, o eleitor está esperando cerca de uma hora e 20 minutos para apanhar o coletivo, segundo Thiago Balbi, titular da Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU).

“O que a gente percebeu, por ter menos veículos transitando na cidade, os ônibus estão demorando menos para fazer a viagem. As informações que a gente recebe é que há poucas pessoas nas paradas de ônibus”, disse Balbi.

Sobre as ocorrências registradas, ele enumera que uma aconteceu no T4, Cidade Nova, Zona Norte, e indicava que haviam muitos coletivos parados e muitos usuários na principal plataforma, que atende cinco linhas de ônibus. A segunda denuncia possui a mesma reclamação e indicava que também havia coletivos parados nas proximidades do shopping Via Norte, no Nova Cidade.

Ainda não há informações sobre o total de pessoas que passaram pelas catracas. Esse quantitativo só será divulgado após às 19h, quando o sistema de bilhetagem for reiniciado e para início da tarifa de R$3.

Por Gerson Freitas e Fabiane Morais

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir