Política

Eleitor tem até esta terça para agendar o recadastramento biométrico

Recadastramento biométrico em Manaus começou no ano passado e a meta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) era alcançar 100% do eleitorado local. Apesar disso, a direção do tribunal comemora os números – foto: Marcio Melo

Recadastramento biométrico em Manaus começou no ano passado e a meta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) era alcançar 100% do eleitorado local. Apesar disso, a direção do tribunal comemora os números – foto: Marcio Melo

A nove dias do término do prazo para o recadastramento biométrico em Manaus, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) avisa que o agendamento eletrônico, via internet, acontece até amanhã para o preenchimento das vagas restantes. Quem não conseguir fazer a sua biometria até dia 30, último dia, terá seu título eleitoral cancelado automaticamente no dia 31 e 1º de abril, segundo informações do tribunal.

No entanto, avisa a Justiça Eleitoral, uma chance extra será dada aos ‘inadimplentes’ e, entre os dias 4 de abril e 4 de maio, poderá ser permitido se regularizar junto ao tribunal, de forma a estar apto a votar nestas eleições.

Àqueles eleitores que não conseguirem efetivar o agendamento eletrônico, deverão comparecer no órgão eleitoral no prazo estabelecido. “Após o cancelamento dos títulos iremos abrir novamente o agendamento para que as pessoas possam restabelecer seu direito de votar nas eleições municipais”, disse o chefe do setor de Tecnologia da Informação do TRE, Messias Andrade.

Messias Andrade informou ainda que os eleitores que comparecerem na data estabelecida pelo órgão eleitoral não terão despesa alguma. Segundo ele, o TRE tem capacidade para atendimento de 177 mil eleitores até 4 de maio, isso para alcançar os números estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Atualmente, o TRE fez cadastro de 1.150 milhão de eleitores, que representam 88% do eleitorado de Manaus. Com isso, faltam 12% para alcançar a meta do TSE que é de 1.298 milhão de todo o eleitorado, informou o técnico de TI.

Para Andrade, esse número pode diminuir, uma vez que, a intenção é atingir até o final do prazo de biometria 92% do eleitorado. A projeção do tribunal é que deverão faltar 98 mil eleitores para se cadastrar, sendo 57 mil de pessoas idosas e 10 mil de transferências de domicílio. “No final iremos ultrapassar a meta estipulada pelo TSE, uma vez que nossa capacidade de atendimento é maior que o número de eleitores”, disse Messias.

Por Henderson Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir