Dia a dia

“Ele queria matar meus familiares”, diz homem que assassinou adolescente em cemitério

Conforme a Polícia Civil, ‘Dandinho’ foi preso no momento em que vendia drogas – foto: Ana Sena

Conforme a Polícia Civil, ‘Dandinho’ foi preso no momento em que vendia drogas – foto: Ana Sena

A polícia apresentou na manhã desta sexta-feira (14) o homem que matou o estudante Orleilson de Souza Ribeiro, conhecido como ‘Pele’, 17, no dia 28 de julho deste ano, dentro do cemitério Santo Alberto, no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste.

Trata-se do ex-presidiário Anderson Cordeiro da Silva, o ‘Dandinho’, 20, preso na madrugada da última quarta-feira (12) na avenida Governador Danilo Areosa, mesmo bairro onde ocorreu o crime. Segundo a polícia, ‘Dandinho’ é um traficante conhecido na área e emprestou a arma de um colega para matar o estudante.

Conforme a Polícia Civil, ‘Dandinho’ foi preso no momento em que vendia drogas. Ele foi levado ao 28º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi constatado que tinha um mandado de prisão contra ele.

Em depoimento, ele confessou o crime e disse que matou “Pele” porque a vítima ameaçava toda a sua família de morte. “Ele dizia que ia matar a minha família, chegou a assaltar a minha mãe e também a espancá-la. E alguns dias antes da morte, eu soube que ele estava perseguindo meu irmão na escola onde ele estuda”, afirmou.

O assassino confesso disse ainda que a vítima era assaltante e tentou matá-lo uma vez, mas que teria conseguido fugir e se esconder em um matagal.

Ainda segundo a polícia, após emprestar a arma de um amigo, ‘Dandinho’ chamou um comparsa e foi de motocicleta até o cemitério onde “Pele” consumia entorpecentes com amigos nas madrugadas. Ao avistar a vítima, ele ordenou que ninguém corresse e atirou três vezes no estudante.

O titular da Delegacia Especializada de Homicídio e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, informou que o acusado chorou ao prestar depoimento, alegando que matou ‘Pele’ porque ele ameaçava sua família, mas a motivação crime seria acerto de contas com o tráfico.
‘Dandinho’ foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio qualificado e foi levado à cadeia pública, no Centro.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir