Cultura

Durante show de gravação do 2º DVD, Marília Mendonça diz ter acertado ao escolher Manaus

Com apenas 21 anos de idade, a cantora goiana é a mais nova sensação do sertanejo e conquistou o gosto do público com músicas que falam de ‘Sofrência’ - foto: divulgação/Fábrica de eventos

Com apenas 21 anos de idade, a cantora goiana é a mais nova sensação do sertanejo e conquistou o gosto do público com músicas que falam de ‘Sofrência’ – foto: divulgação/Fábrica de eventos

Considerada a nova musa do sertanejo, Marília Mendonça gravou o seu segundo DVD da carreira, intitulado ‘Realidade’, nesse sábado (8), no Sambódromo, em Manaus. O evento contou com a participação dos cantores Dorgival, Henrique Juliano e Gustavo Lima.

Com apenas 21 anos de idade, a cantora goiana é a mais nova sensação do sertanejo e conquistou o gosto do público com músicas que falam de ‘Sofrência’. O público lotou o sambódromo e interagiu com a artista.

Esta é segunda vez que a Marília Mendonça vem à capital amazonense. Em junho deste ano, ela participou do evento ‘Festeja Manaus’, o qual teve recorde de público e foi um dos motivos que levou a cantora a escolher Manaus para gravar seu segundo álbum.

No repertório, além de músicas novas como, ‘Amante não tem lar’, ‘Saudade do meu ex’, ‘Perto de você, ‘Se ame mais’ e ‘Nem foi e já voltou’, Marília cantou músicas do antigo álbum, como ‘Infiel’ que levou o público ao delírio. Durante o show, ela também cantou ‘É com ela que eu estou’, em homenagem a Cristiano Araújo. A música é de sua autoria e foi gravada pelo cantor antes dele morrer em um acidente de carro, em junho do ano passado.

publico-fabrica-de-eventos

“Eu não tenho nem palavras para descrever o que estou sentindo agora. Hoje tive a certeza que escolhi o lugar certo. Muito obrigada Manaus, nunca vou saber retribuir todo esse carinho de vocês”, disse a cantora emocionada.

Outro momento que levou o público ao delírio foi a participação da dupla sertaneja Henrique e Juliano, que dividiu o palco com Marília, cantando uma música que é a continuação de ‘Flor e beija-flor’, cantada por eles no seu primeiro DVD.

“Nós estamos aqui por ela e para ela. Amamos demais essa nossa maninha” disseram Henrique e Juliano após cantar com a musa do sertanejo.

marilia-mendoca-frabrica-de-eventos

Fãs

A vendedora Natália Alencar, 20, presidente do fã clube ‘Marília Mendonça Manaus’ tatuou o nome da cantora para demonstrar seu amor. Ela garante que não se arrependerá do ato.

“ Fui recebê-la no aeroporto, quando ela me viu, me perguntou foi você que fez a tatuagem né? Fiquei lisonjeada, desde de quinta-feira (6)5 estou com ela, acompanhei a preparação para a gravação do DVD. Ela é uma menina mulher, simples e carinhosa. Não vou me arrepender de ter feito a tatuagem, pois o amor que sinto por ela não limites” disse a vendedora.

Outra integrante do Fã clube, Jaqueline Nascimento, 21, disse ver em Marília Mendonça uma inspiração, pois a jovem também sonha em ser reconhecida através da música.

“ Ela é uma ótima inspiração, canto várias músicas dela. Ela me falou para nunca desistir dos meus sonhos e é isso que vou fazer, jamais irei desistir”, disse a jovem.

Carreira

Mesmo com pouca idade, Marília coleciona grandes sucessos como compositora, por exemplo; ‘É com ela que eu estou’ que foi gravada por Cristiano Araújo, ‘Alma’ na voz de Jorge e Mateus, ‘Cuida Bem Dela’ e ‘Até você voltar’, sucessos de Henrique & Juliano

Há pouco mais de um ano, ela decidiu assumir a carreira como cantora e com uma voz marcante, autoconfiança e doses de humor se tornou um fenômeno e emplacou hits como ‘Infiel’, ‘Sentimento Louco’, ‘’ Alô porteiro’, ‘Como faz com ela’ e ‘Meu cupido é gari’.

Em suas redes sociais, Marília soma entre Facebook e Instagram mais de dois milhões de seguidores que não lhe poupam elogios e declarações amorosas.  No YouTube, ela é a artista mais escutada dos últimos meses, com mais de 842 milhões de visualizações em seus vídeos. Hoje, Marília está entre uma das cantoras mais bem-sucedida do Brasil, despontando como revelação dos últimos tempos.

Mara Magalhães

Portal EM TEMPO

1 Comment

1 Comment

  1. Laryssa Silva

    10 de outubro de 2016 at 00:28

    Ela não cantou “É com ela que eu estou”, ela cantou “De quem é a culpa” que o Cris gravou antes de morrer.
    Mas ambas são dela mesmo 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir