Dia a dia

Duplicação da AM-070 avança em mais 15 quilômetros em direção a Manaus

Mais de 100 operários estão atuando na área  com a movimentação de 70 máquinas - foto: Divulgação

Mais de 100 operários estão atuando na área e tem a movimentação de 70 máquinas – foto: Divulgação

A duplicação da AM-070 avançou em mais 15 quilômetros de extensão, da Ponte do Ariaú, em Manacapuru, em direção a Manaus. O primeiro trecho inaugurado, entre Manaus e Iranduba, que vai da cabeceira da Ponte Rio Negro até a entrada de Iranduba, contabiliza nove quilômetros de extensão. Depois disso, o governo já finalizou a duplicação de outros 11 quilômetros. No trecho atual, mais de 100 operários estão atuando na área, com a movimentação de 70 máquinas.

Enquanto em uma etapa o trabalho se concentra nos serviços de drenagem, construção de sub-base e terraplanagem, em outro o asfalto começa a ser lançado. “A estrada vem adquirindo a forma aos poucos. Estamos trabalhando de maneira a dar celeridade com uma equipe grande de funcionários à disposição. Avançamos no sentido de volta para Manaus, vindo de Manacapuru, com um percentual bom e um trabalho constante. Hoje é possível ver a estrada com o alargamento”, destacou a engenheira Ana Lúcia de Matos, responsável pela fiscalização da obra pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

Análises em laboratórios – A fiscalização da execução da obra também é acompanhada da coleta de material e testes laboratoriais sobre a qualidade do serviço. Itens como a umidade do terreno e a composição da camada asfáltica são analisados em laboratórios. “Mais que tudo é a qualidade que você tem que prezar em cima de um trabalho como este. É o controle, você estar presente, e verificando o tempo inteiro se o material está seguindo as normas e parâmetros de engenharia. Se não estiver, tem que refazer. Tudo aqui gira no sentido de deixar uma estrada para que ela flua com segurança e conforto para as pessoas”, afirmou a engenheira.

Motoristas que trafegam pela AM-070 destacam a importância da obra. Segurança e o desenvolvimento da região são pontos mais mencionados. Segundo a corretora de lotes Marisa Salgado, que mora em Iranduba, a duplicação já está trazendo resultados. “Acredito que vai ajudar a diminuir os índices de acidentes aqui na região. Eu moro no Cacau Pirêra e já perdi alguns amigos devido às condições da estrada. Acredito que só tem a melhorar para os agricultores, para as pessoas aqui da região”.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir