Dia a dia

Dupla é presa por exercício ilegal da Medicina, em Humaitá

A dupla foi autuada em flagrante por exercício ilegal da Medicina e charlatanismo.

A dupla foi autuada em flagrante por exercício ilegal da Medicina e charlatanismo.

Policiais civis prenderam, na manhã desta quinta-feira, em Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), Uilian de Oliveira Farias, 21, e Maurício Alves Gomes, 40. Eles são considerados suspeitos de exercício ilegal da Medicina. A prisão ocorreu na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, na Rua das Flores, bairro São José.

De acordo com o delegado adjunto dMarcus Rezende, os policiais chegaram a Uilian e Maurício ao receberem denúncia anônima sobre falsos médicos. “Após chegarmos ao endereço, confirmamos as informações. Eles realizavam consultas médicas e prescreviam remédios fitoterápicos que eram vendidos por eles mesmo”, informou Rezende.

Conforme o delegado, eles cobravam R$ 100 dos associados do  Sindicato dos Trabalhadores Rurais e R$ 150 dos não associados. No local, foram apreendidos medicamentos e materiais utilizados pela dupla.

Uilian e Maurício foram autuados em flagrante por exercício ilegal da Medicina e charlatanismo. Por se tratar de crimes afiançáveis, foi estipulada fiança, no valor de um salário mínimo. Caso paguem, serão liberados para responder pelos crimes em liberdade. Caso o pagamento não seja efetuado, eles irão permanecer na delegacia do município à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir