Sem categoria

Dupla é presa na Zona Oeste com dois quilos de skunk, no valor de R$ 20 mil

A dupla foi autuada por tráfico de drogas e associação criminosa - foto: Márcio Melo

A dupla foi autuada por tráfico de drogas e associação criminosa – foto: Márcio Melo

Mateus Alves Lisboa, 18, e o ex-presidiário Saimon Lima de Vasconcelos, 32, foram apresentados na manhã desta terça-feira (5), na sede da Delegacia Geral, na Zona Oeste da cidade. A dupla foi presa na noite desta segunda-feira (4) com dois quilos de droga, avaliadas em R$ 20 mil.

A prisão ocorreu na avenida Rodrigo Otavio, em frente ao Studio 5, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.

De acordo com o delegado titular do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Samir Freire, a dupla foi presa após uma denúncia anônima, informando que os suspeitos iriam entregar uma quantidade de droga em frente ao Studio de 5.

Após a denúncia, a equipe de investigação do Denarc foi até ao local e ficaram de campana, no momento que viram um carro modelo Gol, de cor preta, placa NON-9475, em atitude suspeita, realizaram a abordagem.

“Com os suspeitos foram encontrados dois quilos de skunk (a super maconha), avaliados em R$ 20 mil. O entorpecente estava dentro de uma sacola que tinha a imagem de um cachorro Pit Bull, símbolo do Dernac” disse freire.

O delegado ainda informou que Saimon é gerente do traficante e membro da facção criminosa Família do Norte (FDN), André Alves dos Santos, o ‘André Arapapá’, que está preso no Rio de Janeiro.

“André Arapapá comandava o tráfico de drogas na área do Japiim, desde de quando foi preso, os ‘funcionários’ dele assumiram os trabalhos e continuam traficando naquela área. As investigações continuarão para identificar a pessoa que receberia a droga”, concluiu o delegado.

A autoridade policial ainda informou que Saimon já tem passagem pela polícia, pelo um homicídio de um adolescente conhecido como ‘Titan’, ocorrido em 2007. Na ocasião, o crime foi motivado por acerto de contas, motivado pelo tráfico de drogas.

Em depoimento, Mateus disse que não lembra o nome da pessoa para quem eles entregaria a droga.

“Não lembro o nome da pessoa que a gente iria entregar a droga. Nós iríamos receber a quantia de R$ 600, somente para entregar o material, mas não para quem”, disse o suspeito.

A dupla foi autuada por tráfico de drogas e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir