Dia a dia

Dupla é pesa por latrocínio de jovem no São José

Anderson e Alan foi indiciados por latrocínio consumado - foto: Ana Sena

Anderson e Alan foi indiciados por latrocínio consumado – foto: Ana Sena

A dupla Anderson Aguiar da Silva, 22, e Alan Mateus Neves Tavares, 19, foi apresentada na manhã desta terça-feira (7) pela Polícia Civil suspeita de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) de Lucas Pereira Pantoja, 19, ocorrido às 23h30 do dia 29 de maio, no São José 3, Zona Leste de Manaus.

A apresentação aconteceu por volta de 9h30 na sede da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira, Dom Pedro, Zona Centro-Oeste.

Conforme o delegado titular do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Luciano Calixto, os dois foram reconhecidos pela equipe de investigação da unidade na noite do último sábado (4), quando eram apresentados por roubo qualificado. A dupla, porém, nega a autoria do latrocínio.

Já a polícia afirma que, na noite do crime, a vítima estava com algum amigos quando Anderson e Alan chegaram em uma motocicleta Fun 150 de cor vermelha e a abordaram.

Alan era o condutor da moto e Anderson o garupa que anunciou o assalto. Como Lucas disse que não tinha nem dinheiro nem celular para ser levado, Anderson o mandou deitar no chão e não olhar para os lados, no entanto, testemunhas disseram que o jovem teria olhado para o bandido, que acabou atirando em sua cabeça.

A vítima morreu no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, após sete dias de internação.
Anderson e Alan foi indiciados por latrocínio consumado.
Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir