Esportes

Dunga admite que time não está pronto e manterá escalação

Apesar da atuação apagada da seleção brasileira contra o Peru, o técnico Dunga deve manter o time para a partida contra a Colômbia, nesta quarta (17), em Santiago.

O treinador admitiu que o time ainda não está pronto, mas pretende insistir na formação com Diego Tardelli ao lado de Neymar no ataque.

“É muito cedo para pensar em mudança. Mas é importante ter um coletivo forte. Às vezes, o time não está forte e as trocas mudam o time. Por isso, trabalho com o grupo inteiro para deixar todos motivados”, afirmou Dunga, após a vitória por 1 a 0.

O técnico da seleção fez questão de defender o atacante Diego Tardelli, que foi discreto em campo. O ex-são paulino foi substituído no segundo tempo e deu lugar a Douglas Costa, que fez o gol da vitória nos acréscimo.

“Não é por fazer um gol que o jogador vai ser titular. Também um atleta não vai perder a vaga por não ter feito o gol”, afirmou Dunga, que fez elogios a Neymar, Daniel Alves e Miranda.

Autor do gol decisivo da seleção, o meia Douglas Costa foi humilde após o jogo.

“A gente está acostumado a jogar nessas circunstâncias [sair atrás no placar]. Conseguimos reagir e estão todos de parabéns”, afirmou o jogador do Shakhtar, da Ucrânia, ao deixar o gramado em Temuco.

Neymar admitiu que a equipe ficou aquém do esperado. “Fizemos um bom jogo. Não fizemos a nossa melhor partida, mas conseguimos criar muitas ocasiões de gol e conseguimos vencer”, argumentou o atacante.

Com o resultado garantido nos acréscimos, a seleção brasileira ficou próxima da classificação antecipada para a segunda fase da Copa América. Basta vencer a Colômbia, nesta quarta-feira (17), em Santiago.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir