Economia

Dólar fecha abaixo de R$ 3,50 pela primeira vez em duas semanas

Na mínima do dia, por volta das 13h, chegou a ser vendida a R$ 3,482 - foto: divulgação

Na mínima do dia, por volta das 13h, chegou a ser vendida a R$ 3,482 – foto: divulgação

Sem intervenções do Banco Central, a moeda norte-americana terminou o dia com cotação em queda. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (28) vendido a R$ 3,498, com recuo de R$ 0,027 (-0,76%). A última vez em que a cotação no fechamento ficou abaixo de R$ 3,50 foi no dia 14 (R$ 3,476).

A moeda operou em queda durante toda a sessão. Na mínima do dia, por volta das 13h, chegou a ser vendida a R$ 3,482. A divisa acumula queda de 2,74% em abril e de 11,4% em 2016.

Como nos últimos dias, o Banco Central não promoveu intervenções para segurar a queda da moeda norte-americana. Desde segunda-feira (25), a autoridade monetária deixou de leiloar contratos de swap cambial reverso, que funcionam como compra de dólares no mercado futuro.

No mercado de ações, o dia foi de realização de lucros. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, caiu 0,3%, para 54.312 pontos, depois de ter fechado a sessão de ontem no maior nível em 11 meses.

Além do clima político interno, o mercado financeiro foi influenciado pela decisão do Banco Central americano de manter os juros básicos dos Estados Unidos entre 0,25% e 0,5% ao ano. No Brasil, o Comitê de Política Monetária manteve a taxa Selic em 14,25% ao ano pela sexta vez seguida.

A combinação de juros mais altos nos países emergentes e juros baixos em economias consolidadas estimula a vinda de capitais estrangeiros para o Brasil. Isso porque os investidores internacionais são atraídos pela diferença de taxas.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir