Sem categoria

Três suspeitos da morte de médico no Distrito industrial já foram identificados pela polícia

As análises da perícia de hoje serão concluídas em dez dias - foto: Josemar Antunes

As análises da perícia de hoje serão concluídas em dez dias – foto: Josemar Antunes

A polícia já identificou pelo menos três suspeitos de envolvimento no assassinato do médico oftalmologista Egídio Corrêa Lira Júnior, 37, cujo corpo foi encontrado dia 1° de novembro, em uma vicinal da avenida Oitis, Distrito Industrial 2, Zona Leste de Manaus. Dois deles estão no interior do Estado e a qualquer momento devem ser apresentados à sociedade.

A informação foi dada na manhã desta terça-feira (1º) pelo titular em exercício da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS) Luís Rocha, durante acompanhamento da perícia para coleta de impressões datiloscópicas (digitais) no interior do veículo em que o médico foi encontrado morto, uma picape Ranger de cor prata, placa JXN 9631, abandonado na avenida Eixo Norte-Sul, bairro Armando Mendes, Zona Leste.

Ainda de acordo com o delegado, a segunda coleta de dados é para comparar com as digitais desses dois suspeitos já identificados pela polícia. “Essa minuciosa perícia vai garantir a linha de investigação na qual já conseguimos identificar dois homens e, por questões óbvias, não podemos divulgar os nomes para não atrapalhar o andamento dos trabalhos”, comentou Luís Rocha.

O delegado revelou ainda que uma terceira pessoa também está envolvida no crime, mas que só será identificada após a prisão da dupla que fugiu para o interior. “Ainda não sabemos se esta pessoa é o mandante ou apenas foi o motorista no dia do crime”, relatou.

Luís Rocha também descartou que o médico fosse bissexual e afirmou que o crime foi passional. A mulher envolvida no caso amoroso com o médico já foi ouvida pelo delegado que acompanha as investigações, mas não teve o nome revelado.

Imagens disponibilizadas à polícia contribuíram para a identificação dos suspeitos. No dia do crime, um veículo modelo Gol, cor vermelha e placa não divulgada, foi visto rondando  casa do médico, na rua Monsenhor Coutinho, Centro. Toda ação dos criminosos foi registrado antes e depois.

Segundo a perita criminal Najara Assis, as análises da perícia de hoje serão concluídas em dez dias.

Por equipe EM TEMPO Online

Com informações de Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir