Dia a dia

Dois são presos por envolvimento em morte de mecânico, na Zona Norte de Manaus

A dupla foi indiciada por homicídio qualificado e ao término dos procedimentos cabíveis serão encaminhados à Cadeia Pública - foto: Ana Sena

A dupla foi indiciada por homicídio qualificado e ao término dos procedimentos cabíveis serão encaminhados à Cadeia Pública – foto: Ana Sena

Gerson Santos dos Santos, 22, e Ualisson Neves Carneiro, 27, conhecido como ‘Magrelo’, foram apresentados na manhã desta sexta-feira (23), na sede da Delegacia Geral, suspeitos de envolvimento na morte do mecânico Jaisson Miranda da Silva, 31, ocorrida no dia 21 de agosto deste ano, em um bar, localizado na avenida Camapuã, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

A dupla foi presa em cumprimento a mandado expedido dia 15 de setembro, pela juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Mirza Telma de Oliveira Cunha. Gerson foi detido ontem (22) no prédio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no momento que se apresentou para prestava esclarecimentos pelo caso. Já Ualisson foi preso na casa dele, situada na pua P, conjunto Canaranas, também na Cidade Nova.

De acordo com o delegado Ivo Martins, titular da DEHS, no dia do crime, a vítima estava no bar, quando a dupla e outro comparsa, identificado como Leandro de Souza, conhecido como ‘Chupeta’ – ainda foragido -, chegaram ao local e renderam Jaisson.

“Gerson ficou esperando dentro do carro, enquanto Ualisson e Leandro entraram e atacaram a vítima. Ualisson segurou o homem, que ainda tentou correr para dentro do bar, mas foi atingido por Leandro com vários golpes de faca. Após o homicídio, a dupla entrou no carro e empreendeu fuga”, disse o delegado.

Na época, Jaisson ainda foi socorrido e levado para um dos hospitais da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no mesmo dia do fato.

Conforme Ivo Martins, a motivação do crime foi um acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas, uma vez que a vítima estava devendo uma certa quantia em dinheiro para um traficante do bairro e o mesmo teria mandado matá-lo.

A dupla foi indiciada por homicídio qualificado e ao término dos procedimentos cabíveis serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir