País

Dois paraquedistas morrem durante salto no interior de SP

Dois homens morreram na tarde deste domingo (6), em Vera Cruz (a 421 km de São Paulo), após um salto duplo de paraquedas. O equipamento que eles usavam não funcionou e os corpos foram encontrados já sem vida na zona rural, próximo ao aeroporto da cidade.


A Polícia Civil vai usar as gravações oficiais do salto para investigar as causas do acidente, que ocorreu durante uma competição na cidade. Era o último salto e as vítimas começaram a cair em alta velocidade, de forma espiral. O paraquedas foi acionado, mas não funcionou.

Valderson Petelinkar, 36, era o instrutor e Marcelo dos Santos, 24, o acompanhante. De acordo com a polícia, Petelinkar era um paraquedista experiente. Filho de Valdir Petelinkar, dono de um clube de paraquedismo em Bauru, ele praticava saltos desde a adolescência. O pai, presente ao evento, assistiu à queda.

Segundo a polícia, as vítimas tiveram fraturas por toda a parte do corpo, principalmente, cabeça e tórax. O enterro do instrutor ocorreu durante a tarde desta segunda (7) em Bauru. Já o corpo do acompanhante foi sepultado em Pederneiras (a 320 km de São Paulo), onde morava. Um laudo do exame necroscópico vai indicar as causas exatas das mortes.

Os paraquedistas usavam o aeroporto de Vera Cruz há cerca de um ano, após a reforma do aeroporto de Boituva (a 121 km de São Paulo), segundo a polícia local. O tempo no momento do acidente era bom. Não chovia nem ventava.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir