Dia a dia

Dois ficam feridos em acidentes na Faixa Azul da Constantino Nery

Duas pessoas ficaram lesionada após acidentes ocorridos nesta quarta- foto: divulgação/ Manaustrans

Duas pessoas ficaram lesionada após acidentes ocorridos nesta quarta- foto: divulgação/ Manaustrans

Duas pessoas ficaram lesionada após acidentes ocorridos na manhã desta quarta-feira (15), na Faixa Azul da avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul de Manaus.


De acordo com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), o primeiro acidente ocorreu por volta das 9h, na esquina com a rua Pará, sentido Centro, quando João Arnaldo Vieira Monteiro perdeu a direção do veículo e bateu o Prisma preto, de placa NOT 4889, contra a plataforma. Com o impacto, o homem sofreu algumas escoriações.

Monteiro foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital e Pronto Socorro (HPS) 28 de Agosto, na Zona Centro- Sul da capital.

Os agentes do Manaustrans isolaram um trecho da Faixa Azul por aproximadamente 30 minutos. O veículo foi guinchado para liberação da via.
Já Maria Gracinei Baraúna Goes, 43, foi atropelada por um táxi, por volta das 10h, quando atravessava a avenida, a poucos metros da faixa de pedestres, em frente a uma fabrica de refrigerantes.

A mulher também foi socorrida pelo Samu e encaminhada consciente para o 28 de Agosto.
O condutor do taxi, um Fiat Pálio, placa JWZ 0841, que não teve o nome revelado, prestou socorro à vítima e a acompanhou até a unidade hospitalar.

Acidentes

Devido ao número de acidentes, desde o dia 12 de março o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), por ordem da prefeitura de Manaus, estabeleceu o limite máximo de 50 quilômetros por hora de velocidade na via, visando garantir a segurança dos usuários.

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), o pedestre tem prioridade na travessia, quando na faixa de pedestre.

O motorista, ao desrespeitar a norma, é penalizado com multa e perda de sete pontos na carteira de habilitação, pois a infração é considerada gravíssima.

Por Conceição Melquíades

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir