Dia a dia

Divulgada lista de projetos aprovados para a nova edição do Programa Ciência na Escola

Um dos diferenciais do Programa Ciência na Escola é a produção da ciência dentro do espaço escolar - foto: divulgação

Um dos diferenciais do Programa Ciência na Escola é a produção da ciência dentro do espaço escolar – foto: divulgação

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou a lista dos 406 projetos aprovados para a nova edição do Programa Ciência na Escola (PCE). Neste ano de 2016, o programa receberá investimento de R$ 2,8 milhões, distribuídos em escolas estaduais e municipais da capital e interior do Amazonas.

Do total de projetos aprovados, 32 serão executados em escolas da rede municipal de Manaus; 172 projetos nas escolas da rede estadual instaladas na capital; 99 projetos nas escolas estaduais localizadas nas microrregiões de Manaus, Parintins, Rio Preto da Eva e Itacoatiara; 42 projetos nas escolas estaduais de Coari, Tefé e Alto Solimões; 61 projetos nas escolas Japurá, Juruá, Madeira, Purus e Rio Negro.

Nesta edição de 2016, foram recebidas 671 propostas, um número superior de propostas que a edição do ano anterior. Além de Manaus, municípios do interior também apresentaram suas propostas de projetos. Neste ano, houve um aumento de 22% em relação à participação dos municípios do interior no PCE.

Neste ano, uma das mudanças no programa é a concessão de uma bolsa de estudo adicional aos professores, como auxílio para a publicação de artigos com os resultados dos projetos desenvolvidos pelos docentes e seus alunos.

A partir desta edição, a implementação das bolsas de estudos do PCE passará a ser realizada online, via SIGFAPEAM, sem a necessidade de envio dos documentos impressos. A implementação das bolsas deverá ser realizada até o dia 10 de julho, no site da Fapeam na internet: www.fapeam.am.gov.br.

De acordo com a coordenadora institucional do PCE na Seduc, Simara Abrantes, os projetos de iniciação científica, viabilizados por meio do PCE garantem o contato dos alunos com a pesquisa e oportunizam o estudo da teoria e da prática.

“Essa é mais uma vitória conquistada, pois os projetos desenvolvidos pelo PCE significam a garantia aos nossos alunos do contato com a pesquisa científica, além de obterem conteúdos vivenciados tanto na teoria como na prática, contribuindo significativamente para a sua jornada acadêmica”, afirmou Simara.

Programa Ciência na Escola

Criado pelo Governo do Estado, por meio da Fapeam, em parceria com as secretarias municipal e estadual de educação do Amazonas. O Programa é uma iniciativa pioneira no país que quebra o paradigma da formação científica exclusivamente nos centros de pesquisa e instituições de Ensino Superior e adentra as escolas de educação básica, por meio da realização de projetos executados por alunos e professores dos ensinos Fundamental (6º ao 9º ano), Médio e de Educação de Jovens e Adultos.

Um dos diferenciais do Programa Ciência na Escola é a produção da ciência dentro do espaço escolar, por meio do desenvolvimento de projetos de pesquisa que oportunizam a formação acadêmica e a transformação do pensar, fazer e entender ciência pelo cidadão.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir