País

Distrito Federal descarta caso de microcefalia ligado ao Zika

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou hoje (7) que até o momento não há casos de microcefalia em Brasília relacionados ao vírus Zika. Segundo a nota, a malformação de um bebê nascido em outubro não foi causada pelo vírus.

Ao todo, oito crianças nasceram com microcefalia no Distrito Federal no segundo semestre. Destes casos, sete estão sendo investigados conforme o novo protocolo do Ministério da Saúde para o diagnóstico da doença. De acordo com o  novo critério, se o bebê não for prematuro e tiver 32 centímetros ou menos de perímetro encefálico serão feitos outros exames para confirmar a doença.

A microcefalia é uma malformação do crânio e está relacionada a diversos fatores, como alterações genéticas, infecções e uso de álcool e drogas. Na última semana, o Ministério da Saúde confirmou que o vírus Zika é um dos causadores desta condição. O vírus começou a circular no país este ano, principalmente na região Nordeste.

Dados do Ministério da Saúde divulgados na semana passada mostram que o Brasil ja tem 1.248 casos suspeitos de microcefalia relacionada com o vírus Zika.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir