Dia a dia

Dissídio dos rodoviários será julgado na quinta-feira pelo TRT

Os rodoviários já realizaram varias paralisações pedindo o aumento do dissídio - foto: Ricardo Oliveira

Os rodoviários já realizaram varias paralisações pedindo o aumento do dissídio – foto: Ricardo Oliveira

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região informou, na manhã desta terça-feira (28), que irá julga na próxima quinta-feira (30) o Dissídio Coletivo Econômico dos rodoviários de Manaus. O processo, que está na pauta de julgamento da sessão extraordinária do Tribunal Pleno, iniciará por volta das às 9h.

Ao todo, serão julgadas as 67 cláusulas do documento, que reivindica, entre outros ajustes, um aumento percentual de 20% nos salários, ticket alimentação no valor de R$ 15 reais e vale lanche de R$ 9 reais, além de R$ 252,72 na cesta básica.

O processo tem como relator o desembargador Lairto José Veloso; e como revisor o desembargador Jorge Alvaro Marques Guedes.

A ação foi a julgamento devido ao não acordo entre o Sindicato dos Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM) e dos Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), durante uma audiência de conciliação realizada no dia 13 de maio, na sede do Tribunal.

De acordo com o vice-presidente do sindicato, Josildo Oliveira, o reajuste anual da categoria é realizado todo dia 1º de maio, sendo que este ano os empresários informaram que não irão efetuar o aumento salarial, devido à forte crise econômica.

O diretor jurídico do Sinetram, Fernando Moraes esteve na manhã desta terça-feira (28), na sede do (TRT) para entregar os memorias aos julgadores, segundo ele para relembrar os itens do processo.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir