Mundo

Dissidentes cubanos têm ‘imensa coragem’, afirma Barack Obama

No discurso, Obama afirmou que "nem todos concordam comigo, mas acredito que esses direitos humanos são universais - foto: divulgação

No discurso, Obama afirmou que “nem todos concordam comigo, mas acredito que esses direitos humanos são universais – foto: divulgação

O presidente americano, Barack Obama, elogiou a coragem dos dissidentes cubanos, em encontro nesta terça-feira (22) na Embaixada dos Estados Unidos em Havana.

“Todos os indivíduos nessa mesa demonstraram imensa coragem. Todas se manifestaram sobre questões com que se importam profundamente”, afirmou Obama, de acordo com a Casa Branca.

“Algumas dessas pessoas aqui foram detidas. Algumas no passados, algumas bem recentemente.”

No domingo (20), horas antes da chegada da comitiva americana a Cuba, dezenas de ativistas da oposição ligados ao grupo Damas de Branco (que reúne mulheres e parentes de críticos do governo presos) foram detidos pela polícia, após confronto com manifestantes pró-governo.

Entre os detidos na ocasião (e posteriormente liberados), estava a presidente da Damas de Branco, Berta Soler.

Segundo o governo americano, além de Soler, estiveram presentes no encontro com Obama líderes como José Daniel Ferrer, líder da União Patriótica de Cuba (Unpacu), e Guillermo Fariñas, vencedor em 2010 do Prêmio Sajarov (homenagem ao defensores dos direitos humanos e das liberdades).

A reunião aconteceu depois do discurso de Obama à população cubana no Grande Teatro de Havana Alicia Alonso. O discurso foi acompanhado, da plateia, pelo ditador Raúl Castro.

No discurso, Obama afirmou que “nem todos concordam comigo, mas acredito que esses direitos humanos são universais, são direitos dos americanos, dos cubanos e de pessoas de todo o mundo”.

No dia anterior, Raúl Castro e Obama participaram de entrevista coletiva onde o tema dos direitos humanos na ilha comunista foi um dos pontos centrais. Questionado sobre presos políticos, o ditador cubano negou a existência deles no país.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir