Sem categoria

Diretoria de Caprichoso repudia insinuação de ‘compra’ de votos no Festival de Parintins

Após circular em diversas redes sociais um vídeo supostamente ‘comprovando’ um esquema de compra de votos que daria ao Caprichoso vitória no 50º Festival Folclórico de Parintins, a diretoria do bumbá enviou às redações dos veículos de comunicação nota de repúdio às ‘denúncias’.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A diretoria da Associação Folclórica Boi-Bumbá Caprichoso vem a público repudiar as denúncias, nas formas realizadas, ao Renomado Artista ‘Chico Cardoso’, contratado desta associação, na função de teatrólogo, ao mesmo tempo em que refuta qualquer vínculo desta associação em afronta à lisura do Festival Folclórico de Parintins.

É de conhecimento público que esta Associação levanta há anos a bandeira da disputa na arena, pautada, primordialmente na preservação do folclore do ‘Boi-Bumbá’ de Parintins, não compactuando, portanto, com outras formas de disputas que não aquelas explicitadas pelo regulamento que rege o concurso dos Bumbás. Informamos ainda que o cidadão Francisco Cardoso não faz parte da diretoria do Caprichoso, não podendo, portanto, firmar compromissos em nome da Associação.

Ao mesmo tempo, primando pelo respeito ao artista reconhecido, ao homem, ao cidadão Francisco Cardoso, concederemos oportunamente espaço para que o mesmo possa prestar os devidos e necessários esclarecimentos para com a entidade Boi Caprichoso, certos de que o mesmo tomará os atos cabíveis, em seu âmbito pessoal.

O Caprichoso está confiante no julgamento isento da 50ª edição do Festival Folclórico de Parintins, certo da seriedade dos julgadores selecionados por ambas as associações.

Que vença o melhor!

1 Comment

1 Comment

  1. rosineide vlima

    30 de junho de 2015 at 15:30

    Parabéns pela vitória do Boi Bumbá Caprichoso em 2015!
    Sou Garanchosa, acho que os dois fazem e fizeram o grande espetáculo de Parintins.
    Mas todo ano é esta palhaçada de falta de lisura no julgamento, sempre aparecendo denúncias de fraudes, parece que nenhuma das associações ganha por merecimento, mas porque usou de alguma falcatrua.
    Por outro lado, tudo termina na injúria e difamação, porque nunca se prova nada e ainda não vi nenhum Boi perder o título posteriormente, porque se conseguiu comprovar na Justiça a fraude.
    Esse tipo de boato, só serve para tirar o brilho do Festival que já tem problemas demais.
    Triste ver, alguns brincantes com camisas vermelhas na arquibancada especial do Caprichoso e com camisas azuis na mesma arquibancada do Garantido. Vejo que o erro começa na permissão da entrada, simplesmente porque a pessoa pagou o ingresso, sem atentar-se para a tradição da brincadeira, num verdadeiro desrespeito ao povo parintinense. A continuar desse jeito, aos poucos a tradição vai acabar e qualquer um vai adentrar o lado do contrário com camisa da cor proibida.
    A cidade de Parintins continua sem qualquer estrutura – praça que foi chamada Cristo Redentor, hoje Praça Digital, completamente ao abandono, ruas esburacadas, lixo prá todo lado, barracas espalhadas pra todo lado, sem melhor organização, internet e telefonia móvel que não funciona Os brincantes simplesmente não tem nenhum espaço para dançar o dois prá lá e o dois prá cá, fazendo com que se aglomerem no meio das ruas junto com os anbulantes e prejudicando a circulação dos transeuntes e veículos.
    O Poder Público do município está reprovado, não cumpriu sua tarefa de administrar a cidade, tornando-a mais humana para seus cidadãos.
    O Festival precisa corrigir erros, senão está fadado a extiguir-se paulatinamente, tornando-se uma lembrança distante para os visitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir