Esportes

Diretor diz que prisões de suspeitos melhoram imagem dos Jogos

Mario-Andrada-1-red

Andrada elogiou o momento em que a operação Hashtag foi desencadeada pela Polícia Federal, a duas semanas da abertura da Olimpíada – foto: divulgação

As prisões de suspeitos de planejar atentados terroristas no Brasil, na quinta (21), é positivo para a imagem do Brasil, afirmou nesta sexta (22) Mário Andrada, diretor-executivo de comunicação da Rio-2016.

“Só quando os Jogos [Olímpicos] começam é que dá pra ter uma noção real da imagem [que a competição terá, principalmente fora do Brasil]. É positivo para imagem do Brasil que a polícia está atenta e desempenhando o trabalho que tem que fazer. É positivo isso para a imagem dos Jogos”, disse Andrada.

Ele elogiou o momento em que a operação Hashtag foi desencadeada pela Polícia Federal, a duas semanas da abertura da Olimpíada.

“A segurança é uma questão de estado e o estado brasileiro reagiu a uma demanda técnica de segurança. Tinham uma investigação e acharam que era o momento de fazer a prisão. Da nossa parte achamos que o estafo cumpriu sua função de tornar os Jogos seguros”, afirmou Andrada.

O debate sobre possíveis atentados terroristas durante a realização dos Jogos Olímpicos cresceu depois da morte de 84 pessoas em Nice, na França, semana passada, quando um homem atacou com um caminhão pessoas que participavam de festividades na cidade.

“Tem uma demanda muito grande da população de que os Jogos sejam protegidos. Não queremos terrorismo no Brasil. Queremos terrorismo extinto, na verdade”, afirmou.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir