Esportes

Diretor diz que clube não contratará substituto para Elias

 

(Foto: Rodrigo Gazzanel/Futura Press/Folhapress)

Segundo o dirigente alvinegro, a proposta do Hebei China Fortune ainda não chegou às mãos do Corinthians. (Foto: Rodrigo Gazzanel/Futura Press/Folhapress)

O Corinthians corre risco de perder Elias para o futebol chinês. Diante da iminente saída, o clube alvinegro prevê utilizar os jogadores do elenco para suprir a ausência do volante titular.

“Não estamos pensando em trazer um outro volante caso o Elias saia. Nosso foco é o meio de campo. Para a posição do Elias temos bons jogadores: Cristian, Ralf, Bruno Henrique, Rodriguinho, Marciel. Não precisa sair no mercado desesperado para buscar. Temos bons jogadores para essa posição”, disse Eduardo Ferreira, diretor adjunto de futebol do Corinthians, ao programa “Seleção SporTV”.

Segundo o dirigente alvinegro, a proposta do Hebei China Fortune ainda não chegou às mãos do Corinthians. Ferreira admitiu que, caso os valores da sondagem do clube chinês se confirmem, será difícil segurar o atleta.

“O empresário [do Elias] conversou com o Roberto [de Andrade, presidente do Corinthians] que iria vir essa proposta muito alta da China para o clube e para ele. Estamos falando mais de R$ 1,5 milhão, R$ 2 milhões. Caso se confirme isso, não tem como o jogador falar não, nem o clube”, disse à rádio Transamérica.

O diretor também falou sobre a saída de Jadson, Nesse caso, o Corinthians busca um substituto para o armador. De acordo com Ferreira, o clube monitora “três ou quatro jogadores” do futebol brasileiro e do exterior.

“Depois da saída do Jadson, o plano emergente é um meio de campo. Trabalhamos com três, quatro nomes para essa posição há duas semanas, desde a confirmação da saída. Esperamos que mais uma semana a dez dias nós confirmemos o nome. São bons nomes do mercado do Brasil e de fora”, explicou.

O Corinthians tenta a contratação do meia-atacante Marquinhos Gabriel, que defendeu o Santos na temporada 2015. Nesta terça, o presidente santista Modesto Roma confirmou que não fará mais nenhuma proposta para contratar o meia, que pertence ao Al Nassr, da Arábia Saudita.

Com isso, o caminho ficou livre para o Corinthians fechar com o atleta. O clube árabe pede US$ 4 milhões (R$ 16 milhões) pelo jogador e não aceita o pagamento parcelado.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir