Política

Dilma deveria reconhecer erros, diz Pastor Everaldo

Em Israel acompanhando a delegação da Câmara dos Deputados que visita o Oriente Médio e a Rússia, o Pastor Everaldo, vice-presidente do Partido Social Cristão (PSC) e ex-candidato à Presidência da República, afirmou à reportagem que a presidente Dilma Rousseff deveria se inspirar no Rei Salomão e “consertar seus erros para alcançar a misericórdia”.
“Estou aqui na Terra de Israel, e foi aqui que Salomão assim: ‘aquele que conserta os seus erros, que os deixa para trás, alcança a misericórdia’. Se a presidente Dilma tivesse noção disso, tentaria reconhecer seus erros e pedir à população compreensão. Acredito que os brasileiros perdoariam e dariam chance a ela de terminar seu mandato”, afirmou o ex-candidato à presidência.

Segundo o pastor, a presidente também deveria seguir o exemplo de seu vice, Michel Temer (PMDB-SP), que pediu compreensão ao povo em entrevista à Folha de S.Paulo no último dia 30. “Minha torcida é que a presidente faça um gesto como o do vice-presidente de reconhecer que houve equívocos”.

O Pastor Everaldo afirmou que “não vê consistência para um impeachment”, mas só no sentido jurídico. “Houve uma mentirada na campanha. Ela (Dilma) enganou o povo. Juridicamente, parece que ainda não há base, ainda, para um impeachment, nas moralmente, sim”, afirmou.

Ele criticou o ajuste fiscal, afirmando que está mais para arroxo porque só quem está pagando a conta é quem produz. “Já o governo não dá exemplo cortando nada na carne”, continuo.

No terceiro dia de visita a Israel e à Palestina, o grupo de 13 congressistas liderado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), visitou nesta sexta-feira (5) pontos religiosos na Galileia. Os deputados -alguns acompanhados das esposas- saíram cedo de Jerusalém e foram ao Mar da Galileia, onde fizeram um passeio de barco e visitaram o “Museu do Barco de Jesus”, que exibe uma embarcação de 2 mil anos usada por pescadores judeus da época. A comitiva também visitou a Igreja da Anunciação, em Nazaré, cidade natal da Virgem Maria.

No sábado, a delegação também não tem programação oficial e vai até Belém, na Cisjordânia, para conhecer a Igreja da Natividade, local onde, segundo a tradição cristã, Jesus nasceu. À tarde, embarca para Rússia para participar do fórum parlamentar dos BRICs, na segunda (9).

O Pastor Everaldo foi quem promoveu, em março, o encontro do presidente da Câmara com o embaixador de Israel no Brasil, Reda Mansour. Dessa reunião surgiu o convite para que Eduardo Cunha visitasse Israel. Apesar de convidado pelo governo de Israel por causa dessa mediação, o pastor afirma ter viajado pagando as despesas com recursos próprios.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir