Dia a dia

Dias das mães  é marcado com baixo movimento nos cemitérios de Manaus

A chuva ao longo do dia foi apontada como motivo pela baixa movimentação nos cemitérios – foto: Silane Souza

A chuva ao longo do dia foi apontada como motivo pela baixa movimentação nos cemitérios – foto: Silane Souza

Na data em que se comemora o Dia das Mães, o número de pessoas que foram hoje (10) aos cemitérios de Manaus para visitar os túmulos das mães foi menor do que ano passado. Em 2014, aproximadamente 50 mil visitantes estiveram nos seis cemitérios da capital, mas de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semuslp).  A forte chuva, que caiu pela manhã e seguiu até o início da tarde, foi o principal motivo da baixa movimentação.

Após visitar o túmulo da mãe no Cemitério São João Batista, na Zona Centro-Sul, a autônoma Meire Cristina de Oliveira Arruda, 69, acompanhou o esposo na visita do túmulo da sogra, no Cemitério Santa Helena, Zona Oeste. “Todos os anos nós fazemos essa visita no Dia das Mães, Finados e demais data. Enquanto vida eu tiver, não deixo de visitar meus pais falecidos”, declarou.

A autônoma Salete Campos Limeira, 60, visitou o túmulo da mãe, que faleceu em 2011, aos 87 anos.

“Todos os anos eu venho visitar o túmulo dela faça chuva ou faça sol. Minha mãe teve nove filhos, mas só eu e minha sobrinha viemos visitá-la. Os outros filhos não se interessam em vir. Mas eu nunca vou esquecer de vir aqui. Tenho muito respeito por ela ter sido minha mãe. Hoje em dia, a maioria dos filhos não respeitam as mães”, destacou.

A enfermeira Paula Souza, 29, foi junto com a mãe ao Cemitério São João Batista para visitar o túmulo da avó, que faleceu há mais ou menos 15 anos. “Vim acompanhar minha mãe que veio visitar o jazido da mãe dela, minha avó, que está sepultada aqui no São João. Todo ano ela vem e aproveitamos para visitar os túmulos de outros familiares também, como tias, sobrinhas, primas, entre outras”, comentou.

Para receber a demanda desta data, que é considerada a segunda que mais atrai visitantes aos cemitérios, perde apenas para o Dia de Finados, a Semulsp fez um mutirão de limpeza nos seis cemitérios urbanos da cidade, São João Batista (avenida Boulevard Álvaro Maia), Santo Alberto (bairro Colônia Antonio Aleixo), Santa Helena (São Raimundo), Nossa Senhora Aparecida (avenida do Turismo), São Francisco (Morro da Liberdade) e Nossa Senhora da Piedade (Santa Etelvina).

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), esteve durante todo o domingo fiscalizando e controlando o movimento de veículos, nas proximidades dos cemitérios. O maior número de visitantes era esperado nos cemitérios Nossa Senhora Aparecida, localizado na Avenida do Turismo, na Zona Oeste da cidade, e São João Batista, na avenida Boulevard Álvaro Maia, Zona Centro Sul, os maiores da capital.

Por Silane Souza (equipe EM TEMPO)

1 Comment

1 Comment

  1. Joab

    11 de maio de 2015 at 08:18

    ‘Infelizmente’ os filhos estão morrendo antes dos pais, quer seja por participação em ilícitos ou por serem vítimas de praticantes de ilícitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir