Dia a dia

Dia D promove resgate da população não vacinada em Manaus

Grupos prioritários procuraram as unidades de saúde em Manaus durante o Dia ‘D’ - foto: Divulgação

Grupos prioritários procuraram as unidades de saúde em Manaus durante o Dia ‘D’ – foto: Divulgação

Crianças, jovens, idosos e professores fazem parte dos grupos prioritários que procuraram as unidades de saúde, em Manaus, durante o Dia ‘D’ da Campanha Nacional de Multivacinação, para atualização de caderneta de vacinação promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), neste sábado, 24. O total de 14 de vacinas está disponível em 182 alas de vacinação das unidades dos cinco distritos de saúde da capital.


Uma grande celebração circense foi o clima da abertura do Dia ‘D’ conduzido pelo secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Theodomiro Garrido, no bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul. “Hoje, a Semsa está com o time completo de 4,5 mil servidores trabalhando na saúde pública pelo reforço de vacinação que é necessário à prevenção de doenças para a população e trará uma vida mais saudável a todos”, ressaltou Homero.

O objetivo da campanha, que segue até o dia 30 de setembro, é resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, para melhorar as coberturas vacinais e, assim, manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis. “Temos vacinas também para os professores, sejam da rede pública ou privada, à disposição nas unidades até o final da campanha”, destacou o secretário.

Marlley Bentes, 26, e Luna Gabriele, 2, foram até a UBS atualizar as doses necessárias para a criança. “É importante verificar o cartão de vacina, ver se precisa tomar alguma dose, pois a gente se preocupa com a saúde dela”, disse o autônomo, elogiando a festa com palhaços e brincadeiras preparada pela direção da unidade. “Essa UBS, além de ser perto da minha casa, ela é a mais conhecida aqui do bairro e aqui o tratamento é 100%, todo mundo recebe a gente de braços abertos e também vão em nossas casas para marcar consultas. Fica um atendimento muito bom”, finalizou.

Grupos prioritários e vacinas disponíveis

Para as crianças de até cinco anos incompletos estão disponíveis as vacinas que previnem contra a hepatite B (Hepatite B), coqueluche, tétano, difteria, hepatite B, haemophilus B (Pentavalente), pneumonia por pneumococco (Pneumococcica), diarréias causadas por rotavírus (Rotavírus), poliomielite (Poliomielite), doenças meningocócicas (Meningococica), febre amarela (Febre Amarela), sarampo, caxumba e rubéola (Tríplice Viral), hepatite A (Hepatite A), difteria, tétano e coqueluche (DTP), sarampo, caxumba, rubéola e varicela – conhecida como catapora (Tetra Viral) e gripe causada por pelos vírus Influenza A (H1N1) e B (Influenza).

Os adolescentes com idade entre nove anos e 15 anos incompletos podem receber as doses disponíveis para prevenir o tétano e difteria (dT) e, assim como as crianças, também contra a febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola e hepatite B. Meninas podem se imunizar, ainda, contra o câncer do colo do útero e verrugas genitais por HPV (HPV). Também é oferecida imunização contra Influenza para os grupos prioritários como gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas (até 45 dias depois do parto), pessoas acima de 60 anos ou mais, portadores de comorbidades e para professores da rede pública municipal, estadual e particular.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir