Mundo

Dezenas de famílias deixam setor rebelde sitiado em Aleppo, na Síria

Dezenas de famílias que estavam sitiadas abandonaram o setor rebelde de Aleppo, no norte da Síria, utilizando um dos corredores humanitários abertos pelo regime de Bashar Al-Assad, informou a agência oficial Sana.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) também falou que neste sábado (30) “vários civis” saíram do setor leste da metrópole síria, sitiado, através de uma passagem do bairro de Salahedin.

Desde 17 de julho, 250 mil pessoas estão sitiadas no setor rebelde de Aleppo, que carece de muitos produtos básicos.

As evacuações ocorreram 48 horas após o regime de Assad e a Rússia, sua aliada, anunciarem a criação de três corredores humanitários par permitir que civis e rebeldes que desejassem depor as armas saíssem dos bairros controlados pelos rebeldes, sitiados, e passassem à parte da cidade controlada pelo governo.

“Nesta manhã, dezenas de famílias deixaram (a zona rebelde) através dos corredores (…) para permitir a saída dos cidadãos cercados por grupos terroristas nos bairros do leste”, informou a Sana.

“Foram recebidos por membros do exército e levados de ônibus a refúgios temporários”, acrescentou.

A agência disse que várias mulheres com mais de 40 anos abandonaram os bairros rebeldes e foram transportadas aos refúgios.

A agência publicou fotografias que mostravam dezenas de pessoas, em sua maioria mulheres e crianças, caminhando atrás de soldados e subindo em ônibus.

A televisão estatal também transmitiu imagens e disse que se tratava de moradores cruzando do leste ao oeste.

Após semanas de bombardeios e de cerco com a ajuda de seu aliado russo, o regime abriu vias de passagem para que os civis e os combatentes que queiram depor as armas deixem os bairros rebeldes, com o objetivo de conquistar o conjunto da segunda cidade do país, dividida desde 2012 em uma zona controlada pelo governo e outra pelos insurgentes.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir