Sem categoria

Detento é decapitado no CDPM na tarde desta sexta

Aldemir Picanço de Oliveira, 38, foi morto por aproximadamente dez detentos, encapuzados, na tarde desta sexta-feira (10), durante o horário de visita. O homicídio ocorreu no pavilhão 1 do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no KM 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista).

De acordo com algumas testemunhas que aguardavam para visitar os familiares presos, dez homens chegaram encapuzados e armados com facas e instrumentos cortantes, e pediram que a esposa de Ademir saísse da sala e os deixassem a sós. A esposa, por sua vez, saiu da sala e, minutos depois, os homens saíram com o corpo de Aldemir como instrumento de deboche.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) a vitima teve a barriga rasgada a golpes de faca e várias perfurações pelo.

As testemunhas denunciaram ainda que inúmeras vezes aconteceram esse tipo de agressão com os detentos, mas os casos não são divulgados.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que o interno Aldemir Picanço de Oliveira, 38, foi morto na tarde de hoje no pavilhão 1 do CDPM e que Marcos de Souza Araújo, 20, assumiu ter desferido golpes de arma branca (estoque) em Aldemir, após uma discussão entre os presos do pavilhão 1.

O crime aconteceu por volta de 15h30. Marcos será encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para ser autuado em flagrante pelo crime.

A reportagem tentou contato com o representante dos direitos humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), Dr. Epitácio Almeida, mas não obtivemos sucesso até o momento desta postagem.

 

Por Mairkon Castro

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir