Mundo

Desmoronamento de caserna na Sibéria mata 23 militares

Vinte e três militares russos morreram no desmoronamento de uma caserna perto de Omsk, na Sibéria, anunciou hoje o serviço de imprensa do ministério da Defesa russo.

Ao todo “42 militares foram retirados dos escombros, 23 estavam mortos”, declarou um porta-voz do ministério, citado pela agência oficial TASS.

Dezenove militares foram hospitalizados.

O acidente ocorreu ontem à noite na aldeia de Svetly, perto de Omsk (2.200 quilómetros a leste de Moscou), num campo de treino de paraquedistas.

Imagens divulgadas pela televisão russa mostraram filas de soldados retirando escombros do local do acidente.

Uma equipe de socorristas com cães e um avião com equipamento médico seguiram para o local, de acordo com as agências russas.

O presidente russo, Vladimir Putin, enviou as condolências às famílias dos soldados e ordenou que seja prestada “toda a assistência médica necessária” aos feridos, de acordo com um comunicado do Kremlin.

As autoridades russas abriram um inquérito para determinar as causas do acidente.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir