Mundo

Deslizamento deixa mortos e centenas de desaparecidos

Um deslizamento de terra na periferia da capital da Guatemala matou pelo menos nove pessoas e centenas continuam desaparecidas, afirmaram os serviços de emergência nesta sexta-feira (2).

Dezenas de equipes de resgate escavavam lodo e rochas nos arredores da capital para encontrar sobreviventes depois que as fortes chuvas causaram deslizamentos de pedras e lama sobre 68 casas na noite de quinta-feira (1º) em El Cambray, bairro de Santa Catarina Pinula, a 15 km da Cidade da Guatemala.

Segundo a Reuters, o número de desaparecidos pode chegar a 600.

Julio Sanchez, porta-voz dos bombeiros voluntários locais, afirmou que os corpos, incluindo dois bebês, estavam sendo levados a um necrotério improvisado, onde o reconhecimento seria feito.

Ele disse também que 36 pessoas foram retiradas dos escombros com vida.

A encosta de uma colina ao lado de El Cambray desabou parcialmente de cerca de 100 metros de altura e os escombros avançaram cerca de 60 metros aldeia adentro pouco após a meia-noite, segundo testemunhas.

Segundo Raul Rodas, funcionário da prefeitura local, cerca de 150 famílias moram no local da tragédia, mas ele não soube precisar quantas destas podem ter sido soterradas.

Um desastre semelhante, em 2007, matou três pessoas na capital guatemalteca quando uma cratera de 100 metros de profundidade se abriu na terra.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir