Esportes

Desgaste físico e fase ruim fora de casa preocupam Bauza

A sequência de confrontos decisivos o levou a poupar Paulo Henrique Ganso, Maicon, Rodrigo Caio e Hudson na derrota contra o São Bento, neste domingo, em Sorocaba - foto: divulgação

A sequência de confrontos decisivos o levou a poupar Paulo Henrique Ganso na derrota contra o São Bento, no último domingo, em Sorocaba – foto: divulgação

O São Paulo vai encarar uma maratona desgastante nas próximas duas semanas para tentar seguir vivo na Libertadores e no Campeonato Paulista. O técnico Edgardo Bauza vê com preocupação o cansaço provocado pelas partidas que se aproximam River Plate, na quarta-feira, Audax, no fim de semana, e The Strongest, no dia 21. A sequência de confrontos decisivos o levou a poupar Paulo Henrique Ganso, Maicon, Rodrigo Caio e Hudson na derrota contra o São Bento, neste domingo, em Sorocaba.

“Temos uma partida muito importante contra o River. Depois, temos que viajar a La Paz. Cada jogo que temos agora é realmente decisivo. E vamos jogar como tal. Hoje, demos descanso a vários atletas para que estejam bem contra o River”, disse o treinador, momentos depois do apito final contra o São Bento.

A diretoria são-paulina trabalha nos bastidores para jogar contra o The Strongest no dia 20 deste mês, um dia antes da data programada pela Conmebol. Em La Paz, o São Paulo terá pela frente um concorrente direto na luta por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores e os 3660 metros de altitude da capital boliviana.

A intenção dos dirigentes tricolores é dar um tempo maior de descanso ao elenco para a fase semifinal do Paulista, caso a equipe passe pelo Audax nas quartas.

“A diretoria está falando sobre isso ‘alteração de data do jogo em La Paz’ para tratar que seja de maneira igual para todos”, confirmou Bauza.

Além do desgaste físico provocado pelos próximos confrontos, o São Paulo lutará contra a sina de ser um visitante inofensivo nesta temporada. O time ainda não venceu fora de casa em 2016. Em sete jogos como visitante, foram quatro empates e três derrotas. Na Libertadores, o Tricolor empatou três vezes.

“Queremos a vitória sempre, seja em casa ou fora. Isso [retrospecto ruim como visitante], de certa forma, incomoda. Agora começa o mata-mata. Chegou o mais importante”, afirmou o atacante Alan Kardec.

O ex-jogador Vampeta, presidente do Audax, confirmou que o duelo das quartas de final do Paulista será realizado em Osasco, cidade em que o time do treinador Fernando Diniz mandou seus jogos na primeira fase.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir